Olaaáa, seja ben vindo ao espaço que o Senhor nos deu, entre e esteja a vontade, por favor, deixe seu comentário e ou sugestão ou mesmo algum pedido que tenhas, certamente o responderemos com a direção do Senhor, heei, também podes fazer-te seguidor, se queres claro.

Que o Senhor o Abençoe.

Abramos óh Igreja, nossos ouvidos.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

NAMORO E ADOLESCENTES


Adolescente pode namorar?

Ora, ora! O que vem acontecendo no meio dos evangélicos? Muitos estão abrindo mão e deixando seus filhos adolescentes namorar. Mas, e agora?

Hoje nestes dias, existem os direitos da Mulher, os direitos da Criança e Adolescente, os direitos Gay, …, e logo se fará notório o direito dos Pedófilos, ou não sabes tú que os gays eram vistos e tratados da mesma forma que são os pedófilos tratados hoje? E que da mesma maneira, como os gays começaram a recorrer à justiça há anos atrás, os pedófilos já estão preparando seus estatutos perante a justiça? Estes, dizem que da mesma maneira como aos homossexuais ou os heterossexuais, eles também têm direitos e desejos diferentes e que devem ser respeitados.

E será quando as crianças de então, escolherão se praticarão ou não sexo com o adulto - não penses tú que estes “direitos” são justiça. Mas o que está em causa agora é o namoro do adolescente.

O adolescente nem é criança nem é jovem, muito menos adulto para tomar qual seja a decisão sobre qual seja o tema. É a pior de todas as fases que envolvem o ser humano comum, logo, tudo quanto fizer ou deixar de fazer, isso mesmo será de total responsabilidade de seu tutor. O Adulto dará a Deus conta de suas ações e das ações de todos aqueles os quais deu o Senhor para que estivesse baixo sua orientação.

Entendestes? O adolescente deve antes de mais alcançar a maturidade, tem que amadurecer seus sentimentos, não há outra fase mais confusa que esta, não tem o adolescente capacidade para distinguir entre amor, paixão ou gases, namoro é para quem está pronto a casar-se, apto a assumir compromissos de homens e mulheres. O adolescente, que sabe?

Este se move pelo coração, mas o Senhor diz que enganoso é o coração e não digno de confiança.

O adolescente necessita aprender primeiro o que são valores. Fé, seguir o Senhor e Salvador Jesus Cristo, profissão, família, filhos, envolvimentos com o Corpo de Cristo, … como escolher a pessoa certa, o que faz a pessoa, …

Um adolescente necessita saber que por agora e sempre, suas prioridades deverão estar sempre no Senhor. Por maiores e melhores que sejam os pais como amigos (e é como devem ser para com seus filhos) do adolescente, como o Senhor não tem igual. Em lugar de dar forma e força às vontades carnais, este tem que aprender dedicar seu tempo e vida ao Deus vivo, aprofundar sua fé, solidificando assim sua vida com Deus, seguir no temor a Deus.

Apesar de não estarem prontos a namoros e rejeitarmos tais atitudes para o bem dos mesmos, estes precisam se relacionar com outros e evitar o isolamento, procurar estar sempre em grupos maiores de três (3) ou mesmo quatro (4) indivíduos e, claro, sempre com servos de Deus. Adolescente é inseguro e logo, possessivo.
Nesta etapa da vida, o adolescente precisa estabelecer a sua identidade, quem é, como é e o que quer ser, ter, … E não penses que isso acontecerá antes dos dezoito (18), dezenove (19) e muitas vezes, mesmo aos vinte (20) anos.

Ora, você Pai e Mãe de adolescentes, prescisarás da graça do Senhor e de um Pastor que tema ao Senhor e que seja dotado do Espírito Santo para manterem seus filhos dentro dos limites permitidos pelo Senhor. Vocês pais em casa, através do ambiente e testemunho familiar e o Pastor pelos ensinos e testemunhos na igreja.

Sobre tudo, orai e vigiai.

Que o Senhor os abençoe.

 

MARANATA

>
Leia mais...

ESCOLHENDO PERDER


A diferença

 
Já deverás ter ouvido de um tal programa de competição no qual ganha o que mais perde, parece uma contradição, mas é assim, logo, com o Senhor normalmente é também desta forma, ao que mais for tirado por amor ao Senhor, mais se lhe dará. Vejamos antes de mais este exemplo:

Olha o que fez esta:

 Adorava balet. Aprendi a dançar quando tinha cinco (5) anos e nunca mais parei. Praticava diariamente e, pelo menos uma vez por semana, tinha aula de dança. Sempre sonhava em algum dia fazer parte da Companhia Américana de balet. Quando comecei a frequentar o ginásio, o balet já havia se tornado a minha vida. Tudo girava em torno da dança, até a minha vida social. Se tivesse alguma apresentação, eu deixava qualquer outra atividade a fim de praticar. Também estava obcecada por meu peso, com medo de ganhar algumas gramas a mais e colocar em risco a minha silhueta.

Quando me tornei cristã, nunca pensei que isso poderia competir com o meu sonho, a dança. Mas um dia, a pregação era sobre o primeiro mandamento. O pastor explicou como certas coisas podem ser adoradas como deuses, se permitirmos que se tornem mais importantes do que o verdadeiro Deus. Fiquei comparando o tempo que eu passava praticando meu balet e o tempo que passava lendo a Biblia e orando. Será que o balet havia se transformado em meu ídolo? Comecei a orar sobre isso e Deus me mostrou que eu tinha deixado o balet tornar-se mais importante do que Ele.

Então resolvi que ia dedicar todo aquele tempo que gastava com o balet lendo a Biblia e orando. E, assim, comecei a envolver-me com o grupo de jovens de minha igreja. Hoje o Senhor Jesus ocupa todo o centro de minha vida.

Pois é, e você teve coragem de fazer como esta jovem ou preferistes agir como o jovem rico do qual lemos em Marcos 10.21,22? Veja: - E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me.

Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste; porque possuía muitas propriedades.

 Que o Senhor abençoe o seu Povo.

 
MARANATA

>
Leia mais...

Éxodo 15


A Palavra Revelada

 Hoje trazemos o Capitulo 15 do Livro de Éxodo e é como muitos já o sabem uma postagem especial, a Biblia em Espanhol, visto que é para o bem daqueles que desejam um melhor esclarecimento sobre diversos temas que ao passo de meses e anos, veem sendo adulterados com tantas atualizações Bíblicas, que, através das quais, o inimigo vem aproveitando para tirar a razão e a veracidade das verdades e desejos reais do Senhor para o seu Povo. Há que ter em conta as pessoas e os meios usados para tais trabalhos, há que ver baixo qual preceito e ordem estão realizando tantas atualizações à Biblia.

Que a Paz do Senhor os conforte todo o Tempo e que nunca esqueçáis de Orar e Vigiar sempre em todo o momento. Nosso desejo é que esta versão da Biblia seja de grande ajuda e esclarecimento a muitas questões e dúvidas de muitos.

Escrita de forma simples ao alcance de todos, do mais erudito ao mais simples, todos sereis capazes de a compreender, apesar de estar em uma língua de outra nação, sabemos que já são muitos os que estudam hoje o Castellano (Espanhol).
Sim, é que o principal tema de todos os textos estão explícitos, ou seja, claríssimos.
Temas de conflitividades para os quais os novos Pastores não têm respostas, tudo está mais claro nesta versão.

Assim diz o Senhor:

-------------------------------------------------------------------------------------
La Biblia de Estudio
DIOS HABLA
HOY

 
Éxodo 15 - 16 - 17 - 18 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25 - 26 - 27 - 28 - 29 - 30 - 31 - 32 - 33 - 34 - 35 - 36 - 37 - 38 - 39 - 40

------------------------------------------------

 
Éxodo 15

Dios Habla Hoy (DHH)

 

El canto de Moisés

15 Entonces Moisés y los israelitas entonaron este canto en honor del Señor:

«Cantaré en honor del Señor,
que tuvo un triunfo maravilloso
al hundir en el mar caballos y jinetes.
2 Mi canto es al Señor,
quien es mi fuerza y salvación.
Él es mi Dios, y he de alabarlo;
es el Dios de mi padre, y he de enaltecerlo.
3 El Señor es un gran guerrero.
El Señor, ¡ése es su nombre!

4 El Señor hundió en el mar
los carros y el ejército del faraón;
¡sus mejores oficiales
se ahogaron en el Mar Rojo!
5 Cayeron hasta el fondo, como piedras,
y el mar profundo los cubrió.

6 Oh, Señor, fue tu mano derecha,
fuerte y poderosa,
la que destrozó al enemigo.
7 Con tu gran poder aplastaste
a los que se enfrentaron contigo;
se encendió tu enojo,
y ellos ardieron como paja.
8 Soplaste con furia, y el agua se amontonó;
las olas se levantaron como un muro;
¡el centro del mar profundo se quedó inmóvil!
9 El enemigo había pensado:
“Los voy a perseguir hasta alcanzarlos,
y voy a repartir lo que les quite
hasta quedar satisfecho.
Sacaré la espada,
y mi brazo los destruirá.”
10 Pero soplaste, y el mar se los tragó;
se hundieron como plomo en el agua tempestuosa.

11 Oh, Señor,
¡ningún dios puede compararse a ti!
¡Nadie es santo ni grande como tú!
¡Haces cosas maravillosas y terribles!
¡Eres digno de alabanza!
12 ¡Desplegaste tu poder
y se los tragó la tierra!
13 Con tu amor vas dirigiendo
a este pueblo que salvaste;
con tu poder lo llevas a tu santa casa.
14 Las naciones temblarán cuando lo sepan,
los filisteos se retorcerán de dolor,
15 los capitanes de Edom se quedarán sin aliento,
los jefes de Moab temblarán de miedo,
y perderán el valor todos los cananeos.

16 Oh, Señor,
¡que se asusten!, ¡que tengan miedo!,
¡que se queden como piedras
por la fuerza de tu brazo,
hasta que haya pasado tu pueblo,
el pueblo que has hecho tuyo!
17 Oh, Señor,
llévanos a vivir a tu santo monte,
al lugar que escogiste para vivir,
al santuario que afirmaste con tus manos.

18 ¡El Señor reina por toda la eternidad!»

 

El canto de María

19 Cuando los carros y la caballería del faraón entraron en el mar, el Señor hizo que el agua del mar les cayera encima; pero los israelitas cruzaron el mar como por tierra seca. 20 Entonces la profetisa María, hermana de Aarón, tomó una pandereta, y todas las mujeres la siguieron, bailando y tocando panderetas, 21 mientras ella les cantaba:

«Canten en honor al Señor,
que tuvo un triunfo maravilloso
al hundir en el mar caballos y jinetes.»

 

El agua amarga

22 Moisés hizo que los israelitas se alejaran del Mar Rojo. Entonces ellos se fueron al desierto de Sur, y durante tres días caminaron por él, sin encontrar agua. 23 Cuando llegaron a Mará, no pudieron beber el agua que allí había, porque era amarga. Por eso llamaron Mará a ese lugar.

24 La gente empezó a hablar mal de Moisés, y preguntaban: «¿Qué vamos a beber?» 25 Entonces Moisés pidió ayuda al Señor, y él le mostró un arbusto. Moisés echó el arbusto al agua, y el agua se volvió dulce.

Allí el Señor los puso a prueba, y les dio una ley y una norma de conducta. 26 Les dijo: «Si ponen ustedes toda su atención en lo que yo, el Señor su Dios, les digo, y si hacen lo que a mí me agrada, obedeciendo mis mandamientos y cumpliendo mis leyes, no les enviaré ninguna de las plagas que envié sobre los egipcios, pues yo soy el Señor, el que los sana a ustedes.»

27 Después llegaron a Elim, donde había doce manantiales de agua y setenta palmeras, y allí acamparon junto al agua.

 
-------------------------------------------


1996 by United Bible Societies

 
MARANATA

>
Leia mais...

OBEDIENCIA


Ser ou não Ser

 Hoje, se seguires lendo, verás o quanto Deus exige que aqueles que o seguem, lhe obedeçam. Não, não será uma leitura comprida ou difícil, apenas objetiva. A fidelidade ao Senhor passa sobre tudo pela obediência. A Obediência é sem dúvida a chave para o bom relacionamento com o Criador.

Ora, escolhemos sete pequenos versículos que nos indicam a obediência para com o Senhor os quais estarão lendo conforme sigais no texto. Hoje, são enúmeros os que ignoram a obediência a Deus, muitos e muitos mais ainda vêm buscando suas próprias satisfações em lugar de agradar a Deus - Deus entende…, é o que dizem para justificar suas más ações.

Hoje mais vale parecer-se bem, estar na moda com os do mundo que “humilhar-nos” seja em nosso vestir, falar, olhar…, mas o Senhor é claro em seu parecer: - Pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu nome, - Romanos 1.5.

E ainda afirma de forma clara: - Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? - Romanos 6.16

Hoje se tornou normal a prática do erro baixo pretexto de trabalho principalmente, mas o servo, cada dia que passa, menos espaço tem neste mundo, claro que falo de SERVO, não de crentes apenas. A palavra de Deus diz que nos últimos dias (estamos vivendo-os) os seus servos clamariam pela volta do Senhor por não suportarem mais viverem neste mundo.

Muitas “irmãs” a se justificarem os erros pelos trabalhos e ignorando a Verdade caminham para a vergonha eterna como nos diz o Senhor no livro de Daniel 12.2. Mas o texto em causa está em Deuteronômio quando é evidente a proibição de Deus à mulher a que esta nunca, em nenhuma situação, mesmo em caso de defesa, nunca deve segurar nos genitais de outro homem que não seja o seu - ora, quantas crentes estão trabalhando como assistentes de idosos, enfermeiras e diversos outros cargos que lhes impõem o manuseio desta área em outras pessoas?

Preste atenção: - Mas que se manifestou agora, e se notificou pelas Escrituras dos profetas, segundo o mandamento do Deus eterno, a todas as nações para obediência da fé; - Romanos 16.26.

Entendes o que lês? Outro dia falando com um casal, perguntei sobre o uso de calças por parte das “irmãs” e como em todo lado, a resposta diz respeito ao trabalho: de acordo com o trabalho pode usar sim… Falamos: então porque não colocam a calça por baixo da saia? Ela deu uma risadinha e insinuou, é cafona.

Esta é a visão e as disculpas para ser, fazer, estar e acomodar-se com todas as ofertas de satanás contrariando a Palavra da Vida. Para se estar bem com o mundo até o Senhor deverá entender a vaidade das irmãzinhas - ora, se nem ao Filho atendeu quando este pediu que o livrara do que sucedería, agora voltará atrás pelas irmãs destes dias. Mas e eles, estarão justos? Toda esta geração, adúltera, que se diz serva de Deus, que correm para serem batizados com o fim de, pensando que assim serão salvos, assim diz as Escrituras: - E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura? - Mateus 3.7.

Mas aos que com sinceridade ainda buscam o servir fiel ao Senhor: - Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;

E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência. - II Corintios 10.5,6



E repare ainda, para que: - Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. - Efésios 5.6

Devemos ter muito cuidado e cautela porque, com intenções más, muitos ensinam o erro para que com e por suas palavras que não faz senão agradar a tua carne, o teu ego, à tua vaidade, venhas a cair no laço do passarinheiro, mas cuidado, cuidado por que:- Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; - Colossenses 3.6.

Queremos deixar-vos o exemplo de uma jovem que ao prestar a atenção nas Escrituras pode começar a entender melhor o plano de Deus para o homem quanto à OBEDIENÇIA.

EXEMPLO

Olha o que esta fez:

Sei que a maioria das pessoas, especialmente as mais novas, não costuma ler o livro de Levítico em seus devocionais, e não vou fingir que eu lia. Mas, certa vez, eu estava envolvida em um programa de leitura anual da Biblia, e tive de fazer essa leitura. O que mais me marcou quando estava lendo sobre leis e sacrifícios foi como Deus leva à sério o modo pelo qual o seu povo o obedece ou desobodece. Ele foi muito claro sobre obediência e desobediência com os israelitas.

Por exemplo, no capítulo 26, vemos que Deus disse que a obediência faria o povo prosperar na Terra Prometida, mas a desobediência não traria nada além de muitos problemas. Quando li esta passagem, pensei: “Como o povo pôde ser tão estúpido? Por que desobedeceria?” Então lembrei como o amor de Deus era evidente em minha vida e, mesmo assim, eu não dava muita atenção aos ensinamentos dEle e desobedecia, algumas vezes, conscientemente.

Então, percebí que Deus queria que eu fizesse aquele dia uma coisa: que pedisse perdão à minha mãe por algo que eu havia dito. Primeiro pedi perdão a Deus, depois fui conversar com minha mãe. Deus leva a obediência muito a sério, e eu devo fazer o mesmo.

Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas. - I Pedro 1.2

Que o Senhor abençoe tua vida.

 
MARANATA

>
Leia mais...

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

TODOS UNIDOS - É DE DEUS?

A Unidade das Igrejas?

 
UNIDADE! Mas que unidade será esta? Você escutará esta palavra fazendo parte de uma grande variedade de grupos religiosos e significados muito diversos para cada grupo aos que invocam este ideal. A Unidade é uma bela ideia, e as Escrituras confirmam tal conceito. Entretanto, o tipo de Unidade que as Escrituras promovem é significativamente distinto, diferente ao que é recomendado pelos diferentes grupos de unidades religiosas de nossos dias.

A unidade pregada hoje é unidade em diversidade, a qual é um nome equivocado, que engana quem nela acredita. Este tipo de unidade é como a que encontramos aos pés da grande imagem do sonho do Rei Nabucodonosor em Daniel cap. 2. Aqui encontramos ferro misturado com barro. Estavam unidos, mas não havia unidade entre ambos os elementos.

Como diz o texto, estava dividida, sua união estava destinada à separação, porque estes dois elementos não podem estar unidos em nenhuma forma útil. Unidade é o oposto à diversidade, afinal, esta diversidade só gera libertinagem, e qualquer tentativa para formar tal união está destinada à ruína como a grande imagem de Nabucodonosor. Ainda que pareça forte e promissora, o Senhor já a tem destinada ao inferno juntamente com todos os que a ela aderirem.

Contra este tipo de unidade o apóstolo Paulo fala em II Coríntios 6.14,18 - vejamos:

II Corintios 6.14,18 - Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?
E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?

E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei;

E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.

Aquí encontramos que as coisas de Deus não podem estar em jugo com as coisas deste mundo: cristãos com incrédulos; justiça com injustiça; luz com as trevas, carnal com espiritual. Como o ferro e o barro, estes não podem ser unidos para formar uma unidade. Como disse João.

I João 2.15,16 - Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não são do Pai, mas do mundo.

Qual é a substância do novo movimento de unidade? Distintos, diferentes com o que são, existe uma característica subjacente em todos estes movimentos. Estes, todos, contendem por uma unidade que ignora diferenças doutrinais essenciais, ou um sistema de compromisso. Estes querem comprometer aquelas áreas essenciais onde às diferenças são mais distintas, ou seja, querem unir tudo quanto seja diferente, homem com homem, mulheres com mulheres..., trocando lugares, trocando posições, o homem fica em casa cuidando dos filhos e a mulher vai ganhar para a casa..., isso ainda assim, não é nada comparado com o que está preparado para chegar. Uma verdadeira salada russa, tudo no mesmo prato.

Em efeito, estes querem concordar e não discutir ou impor tais diferenças com a esperança de efetuar uma união, temem perder membros ou votos, temem perder lugar na sociedade mundana.
Uma vez mais, isto não é um conceito Biblico. Deus é um Deus ciumento, e não quer que o homem adore a outro fora dEle. Isto também se extende a Seus ensinos

(doutrinas). A Israel Deus advertiu-lhe contra a qualquer alteração a Sua Palavra:

Deuteronômio 4.2 - Não acrescentareis à palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do SENHOR vosso Deus, que eu vos mando.

No Novo Testamento também existe tal atitude para com a Palavra de Deus.
Apocalipse 22.18,19 - Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;

E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.


Um cristão não pode comprometer a verdade de nenhuma forma. Portanto, a unidade baseada em compromissos desiguais não é Bíblica.
As Escrituras nos ensinam o conceito de unidade. A esperança e oração de nosso Senhor foi que seus discípulos foram um, ou unidos e não divididos.

No ministério de nosso Senhor, encontramos que Ele ensinou que uma casa dividida entre sí não podería permanecer
(Lucas 11.17). Os homens sabem que necessitamos este mesmo tipo de unidade. Ainda Abraham Lincoln advertiu contra os perigos de uma nação dividida. Devemos todos trabalhar a um só passo, nunca cada um para o seu lado.

Lucas 11.17 - Mas, conhecendo ele os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino, dividido contra si mesmo, será assolado; e a casa, dividida contra si mesma, cairá.

Então, a unidade da que falou o Senhor deve ser diferente à que é recomendada pelas pessoas de nossos dias e era. A unidade pela que orou nosso Senhor foi uma como a unidade que Ele possuia com Seu Pai. Imaculada, Santa e Pura, sem mancha, sem pecado e sem misturas.

O saber que tipo de unidade falsa é esta, nos ajudará a entender a verdadeira unidade, a que o nosso Deus realmente deseja que vivamos. Como são o Pai e o Filho um? Cristo disse que aquele quem lhe havia visto a Ele, havia visto o Pai, então estes são os mesmos em certo respeito, ainda que diferentes em personalidade. Eles são os mesmos em que estes não diferem em propósito ou doutrina.

 
João 12.49 - Porque eu não tenho falado de mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar.

Cristo disse que suas palavras não eram dEle, mais as que seu Pai lhe havia dado (João 12.49,50). Ou, estes eram um em doutrina porque Jesus nunca falou nada exceto o que o Pai lhe havia dado que falasse. Note que Deus lhe ensinou as palavras.

João 8.28 - Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis quem eu sou, e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu Pai me ensinou.

João 16.13 - Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.

Ora, temos que aceitar as pessoas como são - Deus é amor e devemos amar a todos como são - temos que ser tolerantes com todos - a que saber respeitar a crença de cada um - Deus é um só e assim também devemos estar ou ser - repreenda sempre todo sentimento de culpa quando o que estejas fazendo seja com amor - ainda que diferentes, somos todos iguais temos que espalhar amor porque Deus é amor - cada um deve se encontrar para ser feliz e realizar tudo o que deseja em seu coração sem medo - temos muito amor para dar..., seguirei com mais exemplos de afirmações próprias desta unidade que ensinam e propagam a todos os lados? A liberdade e unidade em Cristo jamais promoveram ou promoverá libertinagem, nunca instiga a nenhuma tolerância mundana.

Se algum homem fala, deve falar segundo a palavra de Deus
(I Pedro 4.11). Portanto, a unidade pela que orou o Senhor foi uma unidade em doutrina. Isto, então, excluiría uma unidade baseada em diversidade de doutrinas, ideias e costumes, intenções e desejos carnais e ou mundanos.

Na igreja primitiva ocorreram divisões e uma súplica foi feita pela unidade. Paulo, em I Cor. 1.10 roga pela unidade.

 
I Pedro 4.11 - Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence à glória e poder para todo o sempre. Amém.

I Corintios 1.10 - Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer.

Aquí, aprendemos sobre duas ações importantes, na primeira, Deus odeia a divisão, razão óbivia, a divisão debilita, enfraquesse o corpo. Não é possivel manter um corpo dividido em suas ações. Por este motivo, Paulo roga pela unidade. Na segunda ação importante, encontramos a maneira com a qual traz de volta as pessoas à unidade do corpo de Cristo:
Que falem a mesma coisa;
Que tenham a mesma mente;
Que tenham o mesmo parecer.

Um exame cuidadoso a I Co 1.10 nos provê com os meios Biblicos para alcançar a unidade entre irmãos. A primeira parte..., -
 
que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões - apresenta o primeiro elemento para alcançarmos a unidade de e com Cristo e sua Igreja. Como podemos ter unidade se não falamos, realizamos, vivemos todos a mesma coisa no Senhor? Este era o ponto que Paulo evidenciava. A palavra falar significa dizer uma e a mesma coisa..., professar uma e a mesma coisa I Co 1.10.
Se os irmãos não falando, vivendo, realizando a mesma coisa, como poderão eles esperar ter unidade espiritual? Esta é a razão para a próxima declaração a respeito às divisões. Se os irmãos estão em um só corpo e vivência, isto quanto a tudo como ensina o Senhor, certamente não terão motivos para divisões.

Esta parte é ilustrada por Paulo nos próximos versículos, onde alguns estavam dizendo que eles eram de Paulo, outros de Apolo, uns de Cefas e outros ainda de Cristo. A resposta de Paulo a esta divisão foi: Está dividido Cristo? Foi Paulo crucificado por vocês? Fostes batizados em nome de Paulo?

Em cada uma destas perguntas retóricas, encontramos que se apela ao que ensinam as Sagradas Escrituras, à doutrina de Cristo. Se todos eles falassem, vivessem as mesmas coisas, então poderiam ver que Cristo não está dividido, mas muito menos unido a doutrinas de demônios, que Paulo não ofereceu sua vida para salvação, como os demais não foram batizados em outro nome se não no nome que é sobre todo nome. Se parássemos a ouvir e logo comparar tudo o que dizemos com a Palavra da Vida, certamente muitas das divisões destes dias seriam resolvidas.

Nesta declaração também encontramos o mandamento que nos diz para buscar a unidade Cristã. Considerando a situação na igreja de Corinto, não tinha ainda ocurrido uma divisão aberta, mas os irmãos estavam divididos em seus pontos de vista. A apelação de Paulo era que eles juntassem novamente as partes afetadas e sarassem o Corpo de Cristo.

Isto sim pôde ser alcançado unicamente quando eles começaram a falar os e dos mesmos parâmetros ensinados pelo Senhor voltando às Escrituras, declarando-a como única base para expressar do Espiritual. Por esta razão, encontramos serem estas duas partes encontradas neste texto, importantes para ajudar aos homens neste processo de Unidade em Cristo.



Estes irmãos, citados na primeira carta aos Coríntios, deveriam estar:
antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer. A frase: perfeitamente unidos - implica por definição, que a ação de voltar a juntar algo o qual havia sido quebrado, roto, para que de novo pudessem sentir a harmonia e comunhão de antes. Se a confusão perdurasse, se continuasse o desentendimento, então aquela brecha acabaria por abrir e satanás, vendo porta aberta entra para matar, roubar e destruir - matar a fé, roubar a salvação e destruir o ser humano. Por esta razão, os discípulos deveriam apressar-se em restabelecer a Congregação a seu formato original.

Esta unidade da qual estamos escrevendo para a resaltar, mostrando que esta sim, é a unidade a qual Deus preparou para sua igreja, é a unidade que une a todos nós os que temos a mente de Cristo e que vivemos não no domínio do nosso corpo, mas na unidade do Espírito.

Ter a mesma mente sobre algo é pensar igual ou ter o mesmo estado de espírito respeito a um tópico. Esta palavra é usada muitas vezes para se referir à mente de Cristo, por isso, no campo espiritual somos possuidores de uma única mente. A mente de Cristo tal como se nos foi revelada pelo Espirito Santo através dos Apóstolos e os Profetas. Logo, devemos ter o mesmo parecer quanto ao assunto e isso, só é possível por nosso entendimento das Escrituras.

Ao ser possuidor desta mesma mente e parecer nos assuntos espirituais, podemos sarar as frações que ocorrem no Corpo de Cristo. A ênfase deste ártico passa-se em demonstrar que os movimentos correntes em favor da unidade não estão fundamentados sobre fundamentos nas Sagradas Escrituras e, devem ser evitados.

O único caminho à verdadeira UNIDADE programada pelo nosso Senhor, é a Palavra da Vida, assim, tem que voltar, aqueles que dEla se tem desviado, para a Bíblia Sagrada.

Que o Senhor dê entendimento aos que são para a vida.

MARANATA

>
Leia mais...

A Declaração

Edito sobre a Masculinidade
e Feminidade Bíblica

O conhecimento só será capaz ser alcansado pelos que estudam e, estudar é buscar saber o que, como e o porque das coisas e, neste caso específico, entender o que diz realmente como foi pelo Senhor Deus estabelecida a verdade e como é esta verdade que diz respeito a homens e mulheres, machos e femeas.

Este documento ou texto, vem a conceguência dos énumeros erros praticados não apenas pela sociedade mundana, mas principalmente pela sociedade Evangélica em geral, logo, como Evangélicos Pentecostais, devemos sublinhar, evidenciar nossa posição dentro deste espaço.
Somos movidos pelo Senhor em nosso propósito por causa dos seguintes desenvolvimentos contemporâneos os quais observamos com profunda preocupação:

Nossas razões:
A extensa incerteza e confusão em nossa cultura em respeito às diferenças complementárias entre o masculino e o feminino;

Os trágicos efeitos desta confusão no desgarramento dos fios do matrimónio tecidos, preparados por Deus tomando a bela e diversa fibra da masculinidade e feminidade exenciais à vida no mundo e com
(principalmente) Deus.

O aumento da promoção dada a igualdade feminina com as distorções que lhe acompanham ou a negligência para a agradável harmonia retratada nas Escrituras entre o amor, humilde liderança de esposos redimidos e a inteligente e desejosa confirmação a essa liderança por esposas redimidas;

A extensa capacidade com respeito aos valores da maternidade, o que fazer do lar, e os muitos mistérios historicamente obrados pelas mulheres;

A crescente reclamação de legitimidade para relações as quais são Bíblica e historicamente consideradas ilícitas ou perversas, e o aumento na apresentação pornográfica da sexualidade humana;

O surgimento de um aumento de abuso físico e emocional na família;

A emergência das capacitações para homens e mulheres na liderança eclesiástica os quais não se conformam ao ensinamento Bíblico senão que resultam em enfermos ao testemunho fiel e Bíblico;

O aumento na negligencia e aceitação de rarezas hermenêuticas criadas para reinterpretar significados evidentemente claros
(para os servos) dos textos Bíblicos;

A consequente ameaça à autoridade Bíblica como a claridade da Escritura que vem sendo prejudicada e a acessibilidade a seu suposto significado a pessoas ordinárias que é substraída a um reino restringido de ingenuidade técnica;
E por trás de tudo é o evidente acomodamento de alguns dentro da igreja ao espírito deste mundo a custo de uma autenticidade Bíblica winsome e radical a qual no poder do Espírito Santo pode reformar em vez de refletir nossa cultura enferma.

Nossos propósitos
Reconhecendo nossa própria pecaminosidade e falibilidade, e reconhecendo a genuína base evangélica de muitos que não estão de acordo com nossas convicções, todavia, movidos pelas observações que procedem e pela esperança de que a nobre visão Bíblica do complementarismo sexual possa ainda ganhar a mente e coração da Igreja de Cristo, nos comprometemos a perseguir os seguintes propósitos:



A estudar e adiantar a visão bíblica da relação entre homens e mulheres, especialmente no lar e na igreja;
A promover a publicação de material acadêmico e popular representando esta visão;

A estimular a confiança a laicos para que estudem e entendam por si mesmos com a ajuda do Espirito Santo o ensinamento da Escritura, especialmente no assunto das relações entre homens e mulheres;
E a estimular a considerada e sensitiva aplicação desta visão Bíblica nas esferas apropriadas da vida.

E em consequência disto
 
Trazer cura às pessoas e às relações feridas por um aprisionamento inadequado da vontade de Deus no concernente à masculinidade e a feminidade, ajudar tanto a homens como mulheres a realizar seu total potencial ministerial através de um verdadeiro entendimento e prática de seus dons dados por Deus, e promover a extensão do evangélio dentro de todas as pessoas por meio da adoção de totalidade Bíblica em relações que atraem um mundo fraturado.

Afirmações
Baseado no que o Espirito de Deus se nos tem dado e formado em nosso entendimento sobre os ensinos bíblicos, afirmamos o seguinte:
Ambos Adão e Eva foram criados à imagem de Deus, igual diante de Deus como pessoas e distintos em sua masculinidade e feminidade (Gênesis 1.26,27 - 2.18).

As distinções entre os dotes masculinos e femininos são ordenados por Deus como parte da ordem de criação, e devem encontrar um eco em cada coração humano (Gênesis 2.18-21,24 - I Coríntios 11.7,9 - I Timóteo 2.12,14).

A liderança de Adão no casamento foi estabelecida antes da queda, e não foi o resultado do pecado (Gênesis 2.16,18-21,24 - 3.1,13 - I Coríntios 11.7,9) para que digam ser este ato um erro, um engano ou que não seja assim.

Isso sim, a queda introduziu distorsões nas relações entre o homem e a mulher (Gênesis 3.1,7- 12-16), distorsões que conduziram a muitos adquiridos erros, mas não que esta ação não seja pelo próprio Deus establecida como vemos nos textos já sitados.

E desta forma, por causa do pecado, seguem às más ações entre homens e mulheres, no individu-o e também no matrimónio.
No lar, a humilde liderança do amante esposo, tende a ser substituído por domínio ou passivismo; a submissão inteligente da esposa tende a ser substituída pela usurpação ou o serventismo.

Na Igreja, o pecado inclina os homens para o amor pelo corpo e pelo poder mundano ou à abdicação de sua responsabilidade espiritual, e inclina às mulheres a resistirem às limitações naturais de seus corpos ou a serem negligentes no uso de seus dons nos ministérios apropriados.
O Antigo Testamento, assim como o Novo Testamento, manifestam a igualdade em alto valor e dignidade que Deus apegou aos dotes de ambos, homens e mulheres
(Gênesis 1.26,27 - 2.18 - Gálatas 3.28). Ambos, Velho e Novo Testamento também afirmam o princípio do varão como cabeça na família. (Gênesis 2.18 - Efésios 5.21,33 - Colosenses 3.18,19 - I Timóteo 2.11,15).

A redenção em Cristo aponta para a remoção das distorções introduzidas pela maldição.

Na família, os esposos devem deixar de lado a liderança bruta e egoísta e crescer em amor e cuidado para suas esposas; as esposas devem abandonar a resistência à autoridade de seus esposos e crescer em desejosa e feliz submisão à liderança de seus esposos
(Efésios 5.21,33 - Colosenses 3.18,19 - Tito 2.3,5 - I Pedro 3.1,7).

Na igreja, a redenção de Cristo dá aos homens e as mulheres igual parte nas bençãos de salvação; não obstante, alguns dons de governo e ensinamento na Igreja estão restringidos aos homens (Gálatas 3.28 - I Coríntios 11.2,16 - I Timóteo 2.11,15), tais relatos, não foram e não estão restritos a um grupo especifico de aquele tempo, pois se fosse assim, toda a Biblia está escrita e dirigida a cidades e povos com os quais nada temos nós em comun, ou seja, estariamos perdidos por termos que excluir toda as Sagradas Escrituras. Não nos deixemos levar por desculpas segas pelos sentimentos mentirosos produzidos no coração emotivo do homem.

Em toda a vida, Cristo é e será a suprema autoridade e guía para homens e mulheres e, de tal maneira que a não submisão doméstica terrenal, religiosa ou civil, jamais será um mandato a seguir como sendo uma autoridade vinda da parte de Deus e sim, do pecado (Daniel 3.10,18 - Atos 4.19,20 - 5.27,29 - I Pedro 3.1,2).

Em ambos os casos, homens e mulheres, um cordial sentido de chamado ao ministério nunca deve usar-se para por de lado o critério Bíblico para ministérios particulares (I Timóteo 2.11,15 - 3.1,13 - Tito 1.5,9). Ao contrário, o ensinamento Bíblico deve permanecer como a principal autoridade para provar nosso discernimento subjetivo da vontade de Deus.

Com a metade da população mundial fora do alcance do evangelismo comum e indígena; com incontáveis pessoas perdidas nessas sociedades que escutaram o evangélio; com as pressões e misérias das enfermidades, mal-nutrições, desamparos, analfabetismos, ignorâncias, envelhecimentos, vícios, crimes, encarceramentos, nervosismos e afastamentos da sociedade, nenhum homem ou mulher que sinta paixão por Deus para fazer sua graça conhecida por meio da Palavra e feito, necessita viver sem um ministério cheio para a Glória de Cristo e o bem-estar do mundo caido (I Coríntios 12.7,21).

Estamos convencidos que a negação ou negligencia destes princípios levarão a crescentes consequências destrutivas para nossas famílias, nossas igrejas e nossa cultura em geral.
Assim, e por estas razões, estamos tornando públicos por mando Divino as reais verdades sobre Homens e Mulheres dentro da sociedade Evangélica dos servos do Deus Altíssimo.

A razão desta postagem poderá ser reforçada ainda mais em nossa próxima lectura - A UNIDADE DAS IGREJAS - será que está unidade pregada e aceite dentro de “nossas” igrejas é a verdadeira unidade Bíblica? Já veremos.

Que o Senhor abençoe seus servos e como ainda não veio, e a Biblia se nos diz que a razão de sua demora é a Salvação, pois que este espaço nos dado pelo Senhor para trasmisão de suas verdades sirva para reforçar a sal bacao e também salvar a muitos.
 

MARANATA

>
Leia mais...

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Éxodo 14

A Palavra Revelada


Que a Paz do Senhor os conforte todo o Tempo e que nunca esqueçáis de Orar e Vigiar sempre em todo o momento. Nosso desejo é que esta versão da Biblia seja de grande ajuda e esclarecimento a muitas questões e dúvidas de muitos.
Escrita de forma simples ao alcance de todos, do mais erudito ao mais simples, todos sereis capazes de a compreender, apesar de estar em uma língua de outra nação, sabemos que já são muitos os que estudam hoje o Castellano (Espanhol).

Sim, é que o principal tema de todos os textos estão explícitos, ou seja, claríssimos.
Temas de conflitividades para os quais os novos Pastores não têm respostas, tudo está mais claro nesta versão.

Vamos ao texto Biblico?

Assim diz o Senhor:

-------------------------------------------------------------------------------------

La Biblia de Estudio
DIOS HABLA
HOY

Éxodo 14 - 15 - 16 - 17 - 18 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25 - 26 - 27 - 28 - 29 - 30 - 31 - 32 - 33 - 34 - 35 - 36 - 37 - 38 - 39 - 40

------------------------------------------------

 
Éxodo 14

Dios Habla Hoy (DHH)

 
Los israelitas cruzan el Mar Rojo

14 El Señor se dirigió a Moisés y le dijo:

2 «Di a los israelitas que regresen y acampen frente a Pi-hahirot, entre Migdol y el mar, frente a Baal-sefón. Que pongan sus campamentos enfrente de este lugar, junto al mar. 3 Así el faraón pensará: “Los israelitas no saben a dónde ir. Andan perdidos en el desierto.” 4 Pero yo voy a hacer que el faraón se ponga terco y los persiga; entonces mostraré mi poder en él y en todo su ejército, y los egipcios sabrán que yo soy el Señor.»

Los israelitas lo hicieron así. 5 Mientras tanto, el rey de Egipto recibió aviso de que los israelitas se habían escapado. Entonces el rey y sus funcionarios cambiaron de parecer en cuanto a ellos, y se dijeron: «¿Pero cómo pudimos permitir que los israelitas se fueran y dejaran de trabajar para nosotros?»

6 En seguida el faraón ordenó que prepararan su carro de combate, y se llevó a su ejército. 7 Tomó seiscientos de los mejores carros, además de todos los carros de Egipto, que llevaban cada uno un oficial. 8 El Señor hizo que el faraón se pusiera terco y persiguiera a los israelitas, aun cuando ellos habían salido ya con gran poder.

9 Los egipcios con todo su ejército, con carros y caballería, salieron a perseguir a los israelitas, y los alcanzaron a la orilla del mar, junto a Pi-hahirot y frente a Baal-sefón, donde estaban acampados. 10 Cuando los israelitas se dieron cuenta de que el faraón y los egipcios se acercaban, tuvieron mucho miedo y pidieron ayuda al Señor. 11 Y a Moisés le dijeron:

—¿Acaso no había sepulcros en Egipto, que nos sacaste de allá para hacernos morir en el desierto? ¿Por qué nos has hecho esto? ¿Por qué nos sacaste de Egipto? 12 Esto es precisamente lo que te decíamos en Egipto: “Déjanos trabajar para los egipcios. ¡Más nos vale ser esclavos de ellos que morir en el desierto!”

13 Pero Moisés les contestó:

—No tengan miedo. Manténganse firmes y fíjense en lo que el Señor va a hacer hoy para salvarlos, porque nunca más volverán a ver a los egipcios que hoy ven. 14 Ustedes no se preocupen, que el Señor va a pelear por ustedes.

15 Entonces el Señor le dijo a Moisés:

—¿Por qué me pides ayuda? ¡Ordena a los israelitas que sigan adelante! 16 Y tú, levanta tu bastón, extiende tu brazo y parte el mar en dos, para que los israelitas lo crucen en seco. 17 Yo voy a hacer que los egipcios se pongan tercos y los persigan; entonces mostraré mi poder en el faraón y en todo su ejército, y en sus carros y caballería. 18 Cuando haya mostrado mi poder en el faraón, y en sus carros y caballería, los egipcios sabrán que yo soy el Señor.

19 En ese momento el ángel de Dios y la columna de nube, que marchaban al frente de los israelitas, cambiaron de lugar y se pusieron detrás de ellos. 20 Así la columna de nube quedó entre el ejército egipcio y los israelitas; para los egipcios era una nube oscura, pero a los israelitas los alumbraba. Por eso los egipcios no pudieron alcanzar a los israelitas en toda la noche.

21 Moisés extendió su brazo sobre el mar, y el Señor envió un fuerte viento del este que sopló durante toda la noche y partió el mar en dos. Así el Señor convirtió el mar en tierra seca, 22 y por tierra seca lo cruzaron los israelitas, entre dos murallas de agua, una a la derecha y otra a la izquierda.

23 Toda la caballería y los carros del faraón entraron detrás de ellos, y los persiguieron hasta la mitad del mar; 24 pero a la madrugada el Señor miró de tal manera al ejército de los egipcios, desde la columna de fuego y de nube, que provocó un gran desorden entre ellos; 25 descompuso además las ruedas de sus carros, de modo que apenas podían avanzar. Entonces los egipcios dijeron:

—Huyamos de los israelitas, pues el Señor pelea a favor de ellos y contra nosotros.

26 Pero el Señor le dijo a Moisés:

—Extiende tu brazo sobre el mar, para que el agua regrese y caiga sobre los egipcios, y sobre sus carros y caballería.

27 Moisés extendió su brazo sobre el mar y, al amanecer, el agua volvió a su cauce normal. Cuando los egipcios trataron de huir, se toparon con el mar, y así el Señor los hundió en él. 28 Al volver el agua a su cauce normal, cubrió los carros y la caballería, y todo el ejército que había entrado en el mar para perseguir a los israelitas. Ni un solo soldado del faraón quedó vivo. 29 Sin embargo, los israelitas cruzaron el mar por tierra seca, entre dos murallas de agua, una a la derecha y otra a la izquierda.

30 En aquel día el Señor salvó a los israelitas del poder de los egipcios, y los israelitas vieron los cadáveres de los egipcios a la orilla del mar. 31 Al ver los israelitas el gran poder que el Señor había desplegado contra Egipto, mostraron reverencia ante el Señor y tuvieron confianza en él y en su siervo Moisés.

-------------------------------------------

1996 byUnitedBibleSocieties

 
MARANATA

>
Leia mais...

O Verdadeiro Testemunho

Adorando ao Senhor

Olá amados, que a Sabedoria da parte do Nosso Deus Trino possa conduzir nossas vidas cada vez mais perto da Graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e de forma a que possamos desfrutar do total Amor do Pai afim, afim de podermos através da infinita Comunhão com nosso Deus Espírito Santo viver dentro da Boa, Agradável e Perfeita Vontade de Deus para nossas Vidas.



Que nunca baixe ao nosso esquecimento que Deus, o nosso Soberano Deus Todo Poderoso tanto nos Amou que trabalhou em todo um projeto afim que sejamos sempre seus filhos amados.

Há momentos que aplicamos muito do nosso tempo e vida buscando uma maneira fácil para, ainda que por pouco tempo, consolar-nos e é quando nos damos conta do tanto que nos temos afastado do Senhor buscando nossos próprios interesses.

Vivendo muitas vezes longe dos nossos, e por ocasiões como em forma de alguma vingança, nos colamos a como se diz: Aproveitar a vida, quando em verdade a estamos jogando fora.

Desejamos convidar os amados em Cristo para que possam juntamente conosco, fazer este comunicado conhecido - sendo um matrímonio de Missionários Assembleanos, mas indenpendentes, estamos em Barcelona - Collblanc, España, começando um trabalho o qual é para a Glória do nosso Soberano Deus.

Lugar escolhido pelo Senhor para ali (aquí), também levantarmos uma parte do Corpo de Cristo, onde ensinamos a Verdadeira Palavra do Senhor nosso Deus, pelo qual contamos com vossa colaboração para com este trabalho a Deus.

Querendo ainda aproveitar a oportunidade, convidamos a todos que venham conhecer um pouco mais sobre nós e sobre a visão que temos da parte do Senhor visitando as postagens que temos colocado neste e nos demais Blogs que temos gerido, dos quais fazemos menção ja aqui ao lado.

E que o Senhor vos abençoem fazendo de cada palavra lida por vocês neste espaço, um verdadeiro alimento a vossas almas.

A todos os que podem, fazer conhecer este anúncio, que assim seja.

Amém


  ©Template 'Gris' by Super DicaSSS - 2010

TOPO