Olaaáa, seja ben vindo ao espaço que o Senhor nos deu, entre e esteja a vontade, por favor, deixe seu comentário e ou sugestão ou mesmo algum pedido que tenhas, certamente o responderemos com a direção do Senhor, heei, também podes fazer-te seguidor, se queres claro.

Que o Senhor o Abençoe.

Abramos óh Igreja, nossos ouvidos.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Fiéis à Palavra

Deus e a sua Fidelidade





Oseias 4.6 - Diz assim:


O meu povo foi destruido, porque lhe faltou conhecimento.


Nós os servos de Deus, do Deus verdadeiro, devemos colocar sempre em pratica tudo o que nos foi ordenado através do nosso Deus e Senhor, SEM acrecentar e SEM tirar nada (Dt 12.32).

Porque dEle e por Ele e para Ele, são todas as coisas; glória pois a Ele eternamente. Amém (Rm 11.36).


Que saibamos sempre que honrar ao Senhor nosso Deus não é tolerá o mal, ainda que seja com a desculpa de tentar salvar a quem seja, isto é de tolos. Honrar o Senhor é odiar , aborrecer, evitar por completo, distanciar-se do mal, seja qual for sua forma (Pv 8.13a).



Porque em verdade vos aviso que enquanto exista o céu e a terra não se tirará dos ensinos do Senhor nem um ponto e nem uma vírgula, até que suceda o que tenha que suceder (Mt 5.18).


Pois é por meio de seus ensinos que Deus prometeu libertar seu povo de sua libertinagem e de seus envolvimentos com o mundo os quais aborrece a Ele, ao Senhor (Ez 23.27).


O nosso Senhor por fim, se levantará para julgar a aqueles que vivem, toleran ou de alguma manera tem em seu meio o espírito de Jesabel, ese mesmo espírito que tem condusido muitas igrejas a viverem de forma abominável (Ap 2.20).


Pastores de profissão, formados em faculdades, homens sem esculpros, sem nenhum chamamento verdadeiro por Deus, tiram curso de teologia porque seu pai é pastor e seu avô o foi, ou porque seu maior amigo, o pastor fulano deseja ver-lo no Pulpito …, homens que dão a Santa Ceia a pessoas que nunca foram batisadas, batisam pessoas que vivem em um continuado Adulterio, aceitam como membros para suas “igrejas” a pessoas sem nenhum pingo de temor ou conhecimento de Deus, pastores celebrando a “Santa Ceia” com vinho y alguns até com vinho branco.


Igrejas cheias de sensualismo puro, imoralidades frenéticas …, homens que não teem nem para eles mesmos y logo se dízem mestres e possuidores de todo conhecimento teologico. Meros proficionais religiosos. Conhecem de tudo e de todos, menos do meu Senhor (II Co 11.4).


Todavia, a palabra da vida segue chamando nossa atenção:


Pv 2.1,15 - Filho meu, se aceitares as minhas palavras e esconderes contigo os meus mandamentos,


para fazeres atento à sabedoria o teu ouvido e para inclinares o coração ao entendimento, e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz, se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares, então, entenderás o temor do SENHOR e acharás o conhecimento de Deus.


Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento.


Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; é escudo para os que caminham na sinceridade, guarda as veredas do juízo e conserva o caminho dos seus santos.


Então, entenderás justiça, juízo e eqüidade, todas as boas veredas.


Porquanto a sabedoria entrará no teu coração, e o conhecimento será agradável à tua alma.


O bom siso te guardará, e a inteligência te conservará; para te livrar do caminho do mal e do homem que diz coisas perversas; dos que deixam as veredas da retidão, para andarem pelos caminhos das trevas; que se alegram de fazer o mal, folgam com as perversidades dos maus, seguem veredas tortuosas e se desviam nos seus caminhos.


Mas uma coisa devemos entretanto ter em conta:


A todos os que escutam a mensagem profética escrita na sua Palavra, testifico que se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas nas Sagradas Escrituras; logo, se alguém tirar quaisquer palavras do livro Sagrado, Deus tirará a sua parte da arvore da vida, e da cidade santa que estão escritas no Livro dos Livros (Ap 22.18,19).


O Senhor nosso Deus é Deus fiel.

Ainda que os faça sofrer ou mesmo passar fome, para colocar-vos a prova em vossa fidelidade para comigo, diz o Senhor: Depoís os alimentarei com (por e com minha misericordia) todas as bençoes celestiais, comida que nem vocês, nem vossos pais hão conhecido ou dela desfrutado, e isso tudo só para fazer que vocês aprendam que não só de pão vive o homem, mas de tudo o que sai dos labios do Senhor (Dt 8.3).



Vocês estão sempre preoculpados, ansiosos con o dia do amanhã não mostrando assim nenhuma confianza no Senhor Deus Todopoderoso.


Pois se é que queirais viver com Ele, para Ele e por meio dEle, tereis que deijar de praticar toda e qualquer clase de imoraliades, tradiçoes e religiosidades adulteras à Palavra de Deus.


Tenhamos cuidado para não trabalharmos a favor do espírito dese mundo. O Senhor vem em breve.


MARANATA.

>
Leia mais...

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Vontade de Deus ou não?

Liberdade ou libertinagen



Quero falar a vocês hoje sobre a suposta Liberdade a qual o inimigo de nossas almas conseguiu imprimir, tatuar, inchertar, nas vidas dos que hoje são os novos pais e mesmo avós (já alguns) da sociedade atual.



E logo se pode fazer a pergunta, como poderão os de hoje saber algo para ensinar aos seus filhos, visto que eles nada teem para eles mesmos?


Liberdade não é o mesmo que libertinagem, são dois grandes opostos, um reflete Vida e o outro reflete a Morte.


Liberdade está presente na vida de um ser que verdadeiramente teme e serve ao seu Criador, o nosso Soberano Senhor Deus Pai, o qual, ainda que possa fazer de tudo por ter recebido de seu Deus toda a liberdade, vive em pleno domínio de seus sentimentos e desejos, submetendo-os à vontade do Pai por meio do Filho, recebendo sempre a ajuda do Consolador de sua alma.


Enquanto que os libertinos são os que caminham sem nenhum domínio sobre estes mesmos sentimentos e desejos, confusos em suas decisões e sempre afundando mais e cada vez mais em suas concupiscências, em seus desejos desordenados, sendo levados de um canto ao outro, de viver com este para viver com aquela, … morte é o único que são capazes de refletir, porque é dela que estão cheios.


Escravos do pecado, filhos da mentira, herdeiros do inferno.


Vidas que não têm nenhum domínio sobre suas ações, mesmo suas palavras sãos torpezas e exalam um fedor a morte.


Temos uma estoria que em verdade, não deixa de ser uma verdade e de repetir-se todos os dias em meio dos crentes de hoje.


Tudo tem início dentro das “famílias” de nossa sociedade evangélica, o Senhor diz que necessitamos ser diferentes, mas a igreja por sua grande independência e inteligência e discernimento próprio, entendendo ser como a igreja católica, mais grande e forte do que todos e tudo, superior à própria palavra de Deus, resolvendo mudar o verdadeiro Evangélio de Cristo, começou a tomar decisões que estão fora dos ensinos Biblicos, trocando as exceções de Deus pelas regras, logo as regras se tornaram em exceções, dando lugar à apostasía.


Agora então se pode ver o resultado de tudo, e o pior é que não vai ficar por aquí. Pessoas sem um pingo de pudor o temor de Deus, se fazendo em “faculdades” profissionais -ministros de sei lá o que!


Andam buscando em ciências humanas meios para interpretar a Biblia, aprender a preparar uma mensagem, e acabam aprendendo realmente de tudo, e de tudo ensinam, porque como diz o meu Senhor, a boca fala do que está cheio o coração.


O único que não sabem, do único que não podem falar, do único que não podem pregar o ensinar, é sobre o verdadeiro e único Senhor Deus Todo Poderoso. Porque para falar dEle, é necessário conhecer-lo, e é algo que não se pode aprender em faculdades.


Moisés saiu do Egito todo um mestre em todas as ciências daquele país, mas de Deus, de Deus só aprendeu quando primeiro aprendeu ouvir a voz do Espirito Santo o qual, é o Autor e verdadeiro Mestre da Biblia. Há, e Moisés só aprendeu ouvir ao Espirito de Deus quando abandonou tudo o que alimentava seu orgulho próprio, e ainda, repare que não bastou viver no meio (perto) do seu povo para conhecer a Deus, teve que sair.


Mas louvado é o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo por ter deixado seus verdadeiros servos sobre aviso. Aleluia.


Vamos ao nosso exemplo desta semana:


Maria subiu as escadas correndo. Bateu a porta do quarto e jogou-se na cama. Afundando o rosto no travesseiro, ela deixou escapar um grito de raiva. Depois virando o corpo, olhou para o teto e começou a pensar:


Oh! Não posso entendê-los. Eles são muito repressores!


Só falta colocar grades em volta do meu quarto. Não me deixam fazer nada.


Vivem me fazendo milhões de perguntas sobre tudo o que faço. Odeiam os meus amigos e ainda por cima me fazem usar essas roupas como se eu fosse uma vella.


Maria olhou para o calendário em cima da mesa.


Ainda faltam nove (9) meses.


Depoís vou para a faculdade e poderei fazer tudo o que quizer. Serei totalmente livre.


Se não quiser ir à igreja não irei, o então, procurarei uma que encaixe com minha maneira de entender Jesus.


Afinal, Jesus veio trazer para nós liberdade não é? E liberdade é liberdade ora!

Se quiser encher meu quarto de lixo e deixar assim o semestre inteiro, poderei fazê-lo.


Poderei sair quando tiver vontade, com quem e como queira, sem que eles estejam por perto para me reprimir.


Puxa, isso sim, vai ser o máximo! Chega de desperdiçar a Vida (Mt 10.39), vai haver muitas festas com toneladas de pessoas bacanas e …


De repente o sonho acordado é interrumpido por um grito:


Mariiiiia, venha buscar os sapatos que você deixou jogado no meio da sala, agora!


Com gemidos e sussurrando desceu as escadas murmurando resmungos: pode abusar mãe, daqui a nove meses estarei fora desta casa e então …


Bem, aí temos o exemplo de algo que sucede todos os dias no meio do povo de Deus. O trabalho do nosso inimigo é matar ou prender os verdadeiros para que a verdade não seja conhecida.


Acautelemo-nos e aprendamos ouvir à voz do Espírito Santo. Sabem o que está em Gálatas 5.16,25? Que tal uma leitura?


O que tem ouvidos que ouça o que O Espirito diz à igreja.


MARANATA

>
Leia mais...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Não foi EU que ...

MENTIRAS


Gostaria de partilhar com vocês desta vez, um exemplo mais sobre uma das muitas más ações dentro de nossas casas. Estes exemplos que estaremos partilhando ao largo da existência deste espaço, servirá para que podamos refletir e analisar nossos comportamentos para com a palavra de Deus.


Muitas vezes apenas nos preocupamos com o momento, nos esquecemos que o amanhã depende do nosso hoje, qual dói mais, verdade ou mentira - céu ou inferno?


Tudo começou em uma bela manhã em um dos dias de trabalho no meio da semana. Quando de repente:


Ao sair pela porta, Maria se dirige à sua filha adolescente, a quem havia acabado de colocar de castigo.


- Janete, lembre-se: sem visitas e não saia de casa sob nenhuma circunstância.


- Sim Senhora -- murmurou a adolescente contrariada.


Depoís que sua mãe sair, Janete vai para o telefone.


- Paola, está tudo bem.


Dez minutos depoís Paola já estava lá.


- Que tal dar uma olhada no shopping para ver se o Greg está lá? - Sugeriu Janet.


- E se sua mãe ligar?


- Ah, eu digo a ela que estava tomando banho.


As garotas foram até ao shopping. Elas tomaram um sorvete e voltaram para casa. Janete entrou debaixo dos lençois pensando: “minha mãe está tão por fora …, eu poderia ter ficado fora até a meia-noite“.


Na manhã seguinte, Maria, obviamente aborrecida, chamou a Janete à sala.


- Você se importa de me contar sobre ontem à noite?


- Hein? -- Janete perguntou?


- Aonde você foi?


- Sobre o que você está falando? (digna de um prêmio é a hipocrisía da menina)


- Olhe Janete - falou a mãe - eu sei o que você fez.


A caminho do trabalho a minha meia rasgou . Parei no shopping para comprar um outro par, e queres dizer você quem foi que vi lá!


Bem, assim terminou a hipocrisía da menina, mentira e esforço para enganar.


Já pararam para pensar na quantidade de maldições que muitas vezes trazemos sobre nossas vidas e sobre a vidas dos nossos familiares por tentar viver uma vida promíscua, fora da Verdade de Deus?


Janete viu sua vida passar rápidamente diante de seus olhos! A confiança de sua mãe nela estava abalada.


Janete ainda que uma adolescente, sim que vai para o inferno igual à todos os que não hão dado a ela o verdadeiro ensino sobre a verdade, sobre a diferença que ela deve ter dos demais cidadãos do mundo.

Para uma lembrança do alto custo da desobediência e desonestidade devemos recordar-nos do texto de I Sm 15.1,23


Muitas vazes pensamos que detalhes não nos irá afastar de recebermos o céu, mas na verdade, se assim fosse, certaza que o Senhor não nos teria deixado tantos detalhes como os que Ele colocou en sua Palavra para que através deles possamos então, e só assim, servi-lo de forma a conseguir um lugar no céu.
A balança de Deus é a mesma para todos.
Despertemo-nos para a verdadeira verdade.

MARANATA

>
Leia mais...

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O Grande Plano Continua

A Torre de Babel



Muito tempo depois do dilúvio, quando todo mundo ainda falava a mesma língua, muitas pessoas foram habitar nas planícies do Oriente.
Certo dia, elas decidiram o seguinte: "Vamos construir uma cidade e uma torre. Seremos famosos, e não nos separaremos uns dos outros".

Isso foi uma desobediência direta às ordens de Deus para que se espalhassem e povoassem a terra.


Além do mais, a torre que planejavam construir seria um lugar de adoração ao Sol, à Lua e às estrelas. Ela decidiram adorar a criação e não o Criador.


Deus viu a cidade e a torre que estavam sendo construídas disse: "O povo é um só, e todos falam a mesma língua; assim, podem fazer tudo o que quiserem.


Vamos descer e confundir suas palavras; assim um não vai entender o que o outro está dizendo".


E foi o que o Senhor fez, e a construção parou.


Aquela cidade recebeu o nome de “Babel”, que significa "confusão", pois foi ali que Deus criou diferentes idiomas, obrigando o povo a se espalhar pela terra.

MARANATA
Seguirá

>
Leia mais...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Matar para gozar

ABORTO


Bem, um tema bastante conflitivo apartir do ponto de vista dos servos e aficcionados de satanás, por que AOS servos de Deus, esse assunto sempre esteve arrumado.


ABORTO JAMÁS


Hoje sim que vos quero dar algum exemplo do que é curiquero em nossos dias, quando estamos falando de sexo no meio ou com os jovens.


Mas antes de colocar em letras este exemplo que estaremos dando, necessito também dizer que o nosso Deus está sempre disposto a perdoar um coração arrependido, só necessitamos ter em conta o depois de termos alcançado o perdão:


IDE E NÃO PEQUEIS MAIS.


Não tem aquí meio termo, Deus nos ensina que nossa palavra deve ser sim sim, não não, logo Ele não será diferente do que nos ensina. Por isso,


IDE E NÃO PEQUEIS MAIS


Porque todo o que vive na prática do pecado, filho das trevas é, não tem neste verdade alguma. Destes, vos recomendo:


AVASTAI-VOS DO MEIO DELES.


- Talvez você tenha cometido um erro! Talvez o teste esteja errado!


- Não acho …, Marta, o que devo fazer? - As lágrimas começam a rolar na face de Bete


- Estou grávida!


Marta abraça sua “amiga”


- Olhe, não entre em pânico. Tudo vai ser resolvido. Minha irmã vai ajuda-la. Ela conhece uma clínica. Os médicos são bons, ninguém vai descobrir.


Bete fica chocada e indaga:


- Você está sugerindo um aborto?


- Você tem alguma ideia melhor? Bete, você só tem desessete (17) anos. O que vai fazer com uma criança? E o que vai dizer à sua mãe?


- Eu não sei …, estou tão confusa.


Bete suspira, enxugando seus olhos na manga da camisa.


- O que você faria? Quero dizer, você mataria seu Bebê?


- O que você quer dizer com matar? É só um monte de células! Ainda não é uma pessoa. Se você estivesse com seis ou sete meses de gravidez, EU diria para você não fazer isso. Mas deve estar com umas três (3), quatro (4) ou cinco (5) semanas. Não vejo o que mais pode fazer.


- Você realmente acha isso certo?


- Bem, digamos apenas que EU não acho errado.


Bete não dá a ela mesma espaço e tempo para pensar.

- quando vais ligar para a sua irmã?


Marta pega o telefone.


- Aposto que ela está em seu cuarto agora.


Assim se tem acabado com a vida de muitos inocentes, devemos temer à Palavra do Senhor sobre tudo e todos, principalmente sobre nossos próprios interesses, ainda que sejamos postos de lado por esta sociedade corrupta e nojenta, filha do mal.

Não devemos nos preocupar em parecer bem para este povo do mundo, Deus nos diz que qualquer que queira fazer-se amigo deste mundo, torna-se inimigo do próprio Deus, diz também que nosso interesse deve de ser o de querer refletir o esplendor de sua Glória e sua Glória é Santidade Pura.


No conhecido livro dos Salmos, o Salmo 139 do verso 13 ao 18 somos ensinados como e quando a vida começa dentro de sua mãe pelo milagre da vida, que vem de Deus.


Que o Senhor ricamente vos abençoem a todos.




MARANATA

>
Leia mais...

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Cuidando de seu Coração



Coração Limpo?

Um texto pequeno mas de muita importância, algo que sucede muito principalmente em meio de nossos adolescentes. Com o contínuo câmbio hormonal em todo seu corpo e uma constante preocupação em ser igual a estes outros servos de satanás, filhos da ira e do pecado, e por não haver um ensino da Verdade de Deus por parte dos pais ditos cristãos evangélicos, por que já eles tão pouco foram ensinados nEla, seus filhos se tornaram em um igual não AOS santos em Cristo, mas à aqueles filhos da mentira.



Muitos tradicionais evangélicos, brincando de ser crente, como sendo tudo muito natural, vivendo disolutamente na tradição religiosa, refletem coisas como a essa que passaremos a citar.


Porque chamamos o texto de cuidar do coração? Vejamos.


O senhor Rodrigués coloca as compras no porta-malas, acomoda Alemãozinho de cinco anos en seu assento como convém ser e se vai direção à sua casa. Logo Alemãozinho está assegurando seu aviãozinho de plástico do lado de fora da janela, vendo sua hélice girar. A senhora Francisca percebe o que ele está fazendo ás escondidas.


Não faça isso. Mantenha suas mãos e seus brinquedos dentro do carro!


Alemãozinho sorri e lentamente obedece. Mas, logo o aviãozinho na mão do menino volta a levantar voo fora do carro pela jenela.


Alemão! A senhora Francisca grita - EU dice que NÃO.


Assustado, o menino solta o avião e deixa agora voar uma palavra que nunca devería ser pronunciada por nenhum adulto servo de Deus, muito mais por um garoto de apenas cinco anos. Ela ficou …, terrivelmente chocada.


Alemão, onde você aprendeu essa Palavra? Assustado responde, com a Karol. Que mais ela fala? Alemãozinho desata a falar tantas palavras que fariam arrepiar qualquer crente verdadeiro.


Quando chegam em casa, seu PAI enquanto trata dos produtos que estão no carro e mesmo do Alemãozinho, sua mãe vai até onde está sua irmã maior de 16 anos.


Karolina, hoje seu irmão usou um linguajar horrivel no carro …, e disse que aprendeu com você. Você quer, se é que podes, explicar à sua mãe o que é isso?


Puxa, mamãe - Karol responde nervosa - de jeito nenhum. De mim não. EU não (já parece os discípulos negando o Mestre quando Ele foi preso) sei o porque ele diz uma coisa dessas.

Mateus 12.34 nos disse que do que está cheio o coração, isso fala a boca. Foi por esse motivo que colocamos acima - cuidar do coração.


Muitos não teem idea do que é realmente servir a Deus. Muitos, para seu próprio proveito, buscam enganar-se tentando se convencer que Deus só está preocupado com o interior e assim se esquecem que o exterior reflete o que é e como está por dentro.


Abramos óh igreja nossos ouvidos e olhos à verdadeira vontade de Deus para seus servos - quem se envergonha de ser diferente para louvar ao Criador, também Ele se vai envergonhar deste no último Dia.


MARANATA

>
Leia mais...

O Grande Dilúvio

Noé e o Grande Dilúvio



Com o tempo, os descendentes de Adão e Eva começaram a povoar a terra.
Ao ver que a maldade humana estava por todos os lugares, e que as pessoas só pensavam em coisas ruins, Deus ficou triste.


E disse: "Eu mesmo criei a raça humana, mas agora vou destruí-la". No entanto, Deus estava contente com Noé, o único homem justo daquela época; um homem que lhe obedecia completamente.




Deus falou com Noé: "O fim da humanidade está próximo. Existe muita violência por todos os lados. Vou destruir tudo o que existe, incluindo as pessoas.


Construa uma arca de madeira com bastante divisões. Cubra-a bem com piche, por dentro e por fora. A arca deve ter 150 metros de comprimento, 25 de largura e 15 de altura; faça apenas uma porta.


Você, sua esposa, seus três filhos e suas noras devem entrar na arca. Leve também um casal de animais de cada espécie; eles viverão com vocês. Mas coloque na arca sete pares dos animais que santifiquei".


Enquanto construía a arca, Noé avisava o povo: "Quem não honrar a Deus vai ser morrer". Infelizmente, todo mundo zombava de Noé e ria do aviso que Deus estava dando.


Noé e sua família acreditaram em Deus e, na hora certa, entraram na arca, e o Senhor trancou a porta do barco.


Deus mandou chuva durante 40 dias e 40 noites. A água também jorrava do fundo da terra, e ia cobrindo tudo. Com a subida da água, a arca começou a flutuar.


Finalmente, a água cobriu tudo que havia na terra, incluindo os montes e, até mesmo, as montanhas.
Todos os seres vivos morreram. Os pássaros, o gado, os animais que andavam e rastejavam - todos se afogaram no dilúvio.


A terra ficou coberta de água durante 150 dias. Deus, no entanto, cuidou de Noé e de todos que estavam na arca. Deus, então, mandou que um vento começasse a baixar o nível da água.


Quando a arca pousou nas montanhas de Ararate, e as plantas começaram a crescer novamente, Deus falou com Noé . "Saiam da arca, e tirem os animais também", e todos saíram.


Noé construiu um altar e ofereceu sacrifícios ao Senhor. Deus abençoou Noé e seus filhos, dizendo-lhes: "Multipliquem-se; tenham muitos filhos e povoem a terra. Continuem a comer plantas, e comecem a se alimentar de carne de animais. Quem matar outro ser humano deverá ser morto, porque Deus fez o homem à sua imagem e semelhança".




Deus prometeu a Noé: "Estou fazendo uma aliança com você e com seus descendentes. Nunca mais a terra será destruída por um dilúvio.


Esta promessa vai ser selada com um arco no céu. Sempre que chover, você e eu veremos o arco-íris, e eu me lembrarei do que prometi".


MARANATA


Seguirá!

>
Leia mais...

domingo, 14 de novembro de 2010

Desespero

Será desespero?



Sangue, Violência, assassinatos, mutilações intencionais, confusões acompanhadas por desordem e destruição, imagens de condenações e tristezas. Mas o que é que teremos aquí agora? Algum tipo de filme de terror? Não.


Apenas mais uma edição do jornal da noite.


Com rostos sorridentes e um tom jocoso, os apresentadores de um certo telejornal numeram os assuntos de destaque:


A contínua das drogas que nunca tem fim, tensões no Médio Oriente, uma série de mortos mais.


O problema de sempre, uma bomba humana em um carro que matou uns tantos.


Um psicópata à solta …,


Novas e alarmantes previsões sobre a AIDS,


Um enorme terremoto em Haiti destroem …, e mata …,


Um tsuname arraza os …


Uma inundação acontece no …


Fogos estão destruindo as matas de toda Europa.


Os efeitos do aquecimento global do planeta atuando contra a humanidade e o pesadelo crescente da poluição.


Ui, aonde vamos, que estamos fazendo aquí? Quando Antônio se levanta na frente da televisão suspira forte. Murmura para ele mesmo:


Não disse, este mundo está tatalmente de pernas para cima. Qual a razão? Pelo que devo querer viver? Da maneira como estão caminhando as coisas não chegarei aos meus trinta (30) anos e se chegar terei plena saúde?


Bem, não é de admirar que o jovem Antônio esteja deprimido? O ser humano parece estar pendendo para a autodestruição. Afinal, terá alguma esperança em um mundo que esteja caminhando de tal maneira assim?


Sim, tem, e é sobre esta possível esperança que vos quero falar através deste cenário de plena catástrofe. Vida em Cristo Jesus.


Uma das passagens mais importantes e encorajadoras de toda a Biblia está bem no final dela, Apocalipse 21 e 22, já os lestes? Certeza que os lestes com olhos de Águia? Leia-os para que possas alcançar pela fé, uma visão fascinante e edificadora de tudo aquilo que o futuro com Cristo reserva para aqueles que nEle confia e espera.


Mas tenha em conta um muito importante detalhe, é que só e só AOS servos dEle pertence essas promessas. Busque conhecer a verdadeira vontade do nosso Criador através de sua Palavra por meio do Espirito Santo, a fim de poder agradar-lhe.


Somente aqueles que verdadeiramente conhece ao Senhor por meio de sua Palavra poderão ter suas vidas transformadas em todo seu interior a fim de refletir pelo exterior tudo o que Deus estará realizando em sua vida, como e para testemunho AOS otros que de Deus não teem nada e que estão esperando pelo seu exemplo.


Para que possamos fazer parte dos que estarão morando neste lindo e perfeito paraíso que Deus tem preparado para seus escolhidos, é necessário fazer parte deste grupo o qual vai ver-lo e com Ele viverá para sempre. Mas cuidado, não esqueça que SEM santificação não poderás estar ali comigo e com meus irmão em Cristo.


Deus te ama e não quer que te percas para o inferno,


desperta-te para as verdades que o Senhor


deixou para ensinar-nos


como estar diante


dEle.




MARANATA.

>
Leia mais...

Verdadeiro ou Falso





O Servo e o Crente parte final 


Tornar-se Servo apesar de ser “crente”



Estão enganando-se a si mesmos os que pensam que todos são cristãos! É possivel que perguntemos a alguém e este nos responde - porque dizes ser cristão? Ora, meus pais sempre o foram, também o sou - Um certo evangelista tinha o costume de responder a essas afirmações: “Se alguém nasce em uma garagem, isso não significa que seja um automóvel! E quando alguém nasce em uma família cristã, ainda falta muito para que se torne um genuíno cristão!”


Ora, Jesus disse a Pedro: “Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos” (Lc 22.32).


Por um lado, o Senhor confirmou a fé de Pedro. Por outro lado, porém, Ele falou da necessidade de sua conversão futura (Pedro sim que era um verdadeiro crente, mas não um verdadeiro Servo do seu Senhor).

Pedro poderia ter retrucado: “Senhor, sou judeu, um filho de Abraão. Cumpro os mandamentos, fui circuncidado ao oitavo dia, guardo o sábado, oro três vezes ao dia, celebro a Páscoa e faço os sacrifícios. E já Te sigo há três anos...” Mesmo assim, ele ainda precisava converter-se.

Da mesma forma Paulo, o grande defensor da lei, precisou se converter, assim como todos os outros apóstolos e discípulos.


Toda pessoa precisa se converter se quiser ser salva – inclusive os “cristãos”, sejam eles membros da igreja católica romana, protestantes, evangélicos ou de uma família cristã.



Não são poucos os que nascem no cristianismo, da mesma forma como os judeus nascem no judaísmo. Mas, já não é esse nascimento que dá a salvação, alcançada somente através de um “novo nascimento”:


“Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” (Jo 3.3).


Precisamos nos converter mesmo que tenhamos sido batizados quando pequenos, freqüentado aulas de catecismo ou participado de cultos e Escolas Dominicais. Se não nascermos de novo, continuaremos perdidos.


Mais tarde, quando o apóstolo Pedro se converteu e experimentou o novo nascimento, ele escreveu em sua primeira carta: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros” (I Pe 1.3,4).



Quem carrega em si o testemunho do Espírito Santo a respeito de seu novo nascimento (Rm 8.16) deve alegrar-se com essa certeza e agradecer a Jesus Cristo por ela. Mas quem não possui esse testemunho inconfundível do Espírito Santo e ainda assim pensa ser cristão, está sujeito a um grande engano. Mas hoje esses “cristãos”, e qualquer pessoa que queira ser salva, pode alcançar a certeza da salvação, se converter-se de forma muito séria a Jesus Cristo. Então, pra que esperar mais?



MARANATA

>
Leia mais...

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Contrariando a Verdade

Homossexualidade

Afeição Contrária à Natureza




As Escrituras declaram que o comportamento homossexual é abominação a Deus. Tal perversão do plano de Deus para o casamento (Gn 2.24) mancha a imagem de Deus (Gn 1.27), distorce a intenção do Senhor em fazer do homem e de sua mulher uma só carne e corrompe o nascimento de filhos, podendo acabar com a continuidade das gerações.


No Antigo Testamento, o comportamento homossexual, que incluía o lesbianismo, era proibido, considerado imundo e punido com a morte (vs. 18,22 - 20.13). Paulo declara que é um desvio de comportamento, a antítese do plano de Deus, destinado ao julgamento do Senhor (Rm 1.18,32).


Deus oferece misericórdia e perdão a qualquer indivíduo que tenha participado deste estilo de vida pecaminoso (I Co 6.9,11), mas atos homossexuais são uma abominação e não podem ser tolerados por um Deus santo. Algumas pessoas têm declarado que o homossexualismo tem raízes em uma modificação genética, mas não há provas substanciais disso. Deus não criaria uma pessoa destinada à condenação (Sl 139 - Jo 3.16).


Tanto o Antigo como o Novo Testamento eliminam a possibilidade de desculpar o comportamento homossexual por razões biológicas. No Antigo Testamento, o Criador de toda a vida exorta dizendo que uma pessoa que seja pega num ato homossexual não pode culpar o Criador nem ninguém além de si mesma (Lv 20.13). No Novo Testamento, Deus diz que os homossexuais podem mudar e deixar de ser prisioneiros de sua suposta composição genética (I Co 6.11).


Mesmo que um caso de uma provável predisposição genética seja apresentado, isso não retira a responsabilidade moral nem transforma em correto esse comportamento. Toda ação humana está sujeita à vontade do indivíduo.


Se você sujeitar sua vontade ao plano de Deus para sua vida, qualquer tipo de comportamento pode ser mudado, não nos esqueçamos que é disso que consiste o servir a Deus, deixar nossas vontades carnais desgovernadas e entregar-nos à fazer cumprir em nossas vidas a Boa Agradável e Perfeita Vontade do Senhor.



O perdão, a graça e a misericórdia de Deus estão sempre disponíveis a todo coração arrependido.


Esse povo devia se envergonhar de suas perversões …, tenhamos juntos atenção à Palavra de Deus em II Tm 3.16,17 - (Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;
Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra)

Agora, uma vez que estamos cientes que a Palavra de Deus é toda ela uma só, vejamos se Deus mudou?

Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.( Hebreus 13.8)

Bem, parece que Deus não mudou, como vem querendo "sua Igreja" mudar-lo a Ele para seguir em suas imundicias carnais.


Então vamos agora em Levítico 20.13 - (Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles).

Afinal que parece a vocês o assunto?



E que nenhum de todos venha esquecer-se que

MARANATA.

>
Leia mais...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Verdadeiro e o Falso

O Servo e o Crente parte 4







“Tens nome de que vives...




...e estás morto” (Ap 3.1). Há muitos que se chamam de “cristãos”, mas o são apenas nominalmente (tradição). O Senhor Jesus falou de pessoas que imaginariam servir a Deus matando justamente Seus verdadeiros filhos: “Eles vos expulsarão das sinagogas; mas vem a hora em que todo o que vos matar julgará com isso tributar culto a Deus. Isto farão porque não conhecem o Pai, nem a mim” (Jo 16.2,3).




Eles reivindicam autoridade teológica, pensam servir a Deus, mas não conhecem nem o Pai nem Jesus Cristo. Isso aconteceu, por exemplo, na época das Cruzadas e da Inquisição. Hoje também existe uma teologia que reivindica toda autoridade para si e rejeita os que se baseiam na Palavra de Deus.




Já no século VII antes de Cristo, na época do profeta Jeremias, havia dignitários religiosos meramente nominais. Ouvimos o lamento de Jeremias: “Os sacerdotes não disseram: Onde está o Senhor? E os que tratavam da lei não me conheceram, os pastores prevaricaram contra mim, os profetas profetizaram por Baal e andaram atrás de coisas de nenhum proveito” (Jr 2.8).



Praticamente todo cristão meramente nominal se apostatará da fé. Quem com sua boca confessa ser cristão, mas não pratica o cristianismo puro no dia-a-dia, precisa aceitar que outros lhe perguntem se não está enganando a si mesmo.


Não é exatamente isso que vemos hoje?


Muitos teólogos (Fariseus e Saduceus) abandonaram a fé bíblica e correm atrás de convicções que não servem para nada.


Eles se abriram para religiões e correntes (ensinos de homens e doutrinas de demônios) espirituais que não têm absolutamente nada a ver com Jesus Cristo.


Isso também já aconteceu na época em que o povo de Israel peregrinou pelo deserto. Depois de ter louvado a grandeza e a soberania de Deus (Dt 32.3,4), Moisés emendou uma declaração sobre os infiéis:


“Procederam corruptamente contra ele, já não são seus filhos, e sim suas manchas; é geração perversa e deformada” (v.5).


Portanto, realmente é possível que aqueles que não são Seus filhos se tornem infiéis a Ele.


É dito a respeito dos filhos de Eli: “Eram, porém, os filhos de Eli filhos de Belial e não se importavam com o Senhor... Era, pois, mui grande o pecado destes moços perante o Senhor, porquanto eles desprezavam a oferta do Senhor” (I Sm 2.12,17).


Não reconheceram ao Senhor porque desprezaram o sacrifício.


Enquanto uma pessoa (por mais cristã que se considere) desprezar o sacrifício de Jesus pelo pecado, não reconhecerá o Senhor.

Todos os israelitas saíram do Egito, mas da maior parte deles Deus não se agradou, motivo pelo qual tiveram de morrer no deserto (veja I Co 10.1,12).

Como exemplo especial de alguém que era crente nominal e que realizava obras, mas que ainda assim estava espiritualmente morto, lembro de Balaão (veja Nm 22-24):




Balaão confirmou a bênção e a maldição de Deus sobre os amigos e inimigos de Abraão (Gn 12.3 - Nm 24.9).


Ele era um homem a quem Deus se revelava, com quem Deus falava (Nm 22.9).


No começo ele foi obediente (Nm 22.12,14).


Ele afirmava conhecer o Senhor e O chamou de “meu Senhor” e “meu Deus” (Nm 22.18).


Ele adorava o Senhor (Nm 22.31).


Ele reconhecia a sua culpa (Nm 22.34).


Ele estava disposto a servir (Nm 22.38).


Deus colocou Suas próprias palavras na boca de Balaão (Nm 23.5).


Ele testemunhou da sinceridade e da fidelidade de Deus (Nm 23.19).


Ele falou três vezes do Messias como Rei de Israel (Nm 23.21 - Nm 24.7 - 17,19).


Balaão abençoou Israel três vezes (Nm 23 e 24).


O Espírito Santo veio sobre ele (Nm 24.2).


Ele testemunhava ser um profeta de Deus (Nm 24.3,4).


Ele colocou o mandamento de Deus acima de bens (ainda que estivera a ser já tentado por mamom) materiais (Nm 24.13).


Ele falou profeticamente a respeito do futuro dos povos, sobre a chegada do Messias e chegou a mencionar o Império Mundial Romano {Quitim?} (Nm 24.14,24).


Apesar de tudo isso, a Bíblia chama Balaão de falso profeta, vidente e sedutor (veja Nm 31.16 - Js 13.22 - Ne 13.1,3 - II Pe 2.15,16 - Jd 11 - Ap 2.14,16).


Mas Por quê?


Porque Balaão fazia concessões e aceitava comprometimentos, e levou o povo de Deus a se misturar com outros povos. Havia uma discrepância entre suas palavras e ações. “Habitando Israel em Sitim, começou o povo a prostituir-se com as filhas dos moabitas. Estas convidaram o povo aos sacrifícios dos seus deuses; e o povo comeu e inclinou-se aos deuses delas. Juntando-se Israel a Baal-Peor, a ira do SENHOR se acendeu contra Israel” (Nm 25.1,3).


Balaão havia levado Israel a essa prostituição (Nm 31.16 - Ne 13.1,3).


Pedro chama Balaão de alguém que “amou o prêmio da injustiça”. Na Epístola de Judas ele é chamado até mesmo de enganador (“erro de Balaão”) e no Apocalipse ele é apresentado como alguém que “armou ciladas”.


A Bíblia diz a respeito das pessoas nos últimos tempos que “os homens perversos e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados” (II Tm 3.13). Quem tende a prostituir-se espiritualmente ou a comprometer sua fé e suporta, permite e pratica (com o espírito de jezabel) essas coisas sem que sua conciência o acuse (se o acuse por meio do Espírito de Deus), tem motivo para crer que, apesar das aparências, não é um cristão verdadeiro.


Com isso não estou me referindo à luta contra o pecado, que qualquer filho de Deus enfrenta. Não, aqui não se trata de “derrotas” na fé e na obediência, mas de lidarmos com o pecado de forma consciente e indiferente, de deliberadamente escolharmos a prática pecaminosa, aceitarmos de forma direta ou indireta concordar com os perversos.



Não somos salvos por nossas próprias obras, mas somente pela fé em Jesus Cristo, pela conversão a Ele. Só aqueles que O aceitam, ao Filho de Deus, em seu coração e em sua vida, com fé infantil (SEM maldade), poderão realizar obras que testemunhem a veracidade de sua fé.


Essa fé precisa estar “enraizada” na Palavra de Deus. Em Sua parábola sobre o semeador, Jesus diz que há pessoas que aceitam a Palavra de Deus com alegria, mas não criam raízes para ela e mais tarde a abandonam (Mt 13.20,21).



A raiz liga a planta à terra, da qual ela vive, lhe dá firmeza, extrai alimento e o conduz à planta. A raiz é um símbolo do Espírito Santo, por meio do qual estamos enraizados em Deus. O Espírito Santo nos traz a vida em Deus, à medida que extrai alimento das Escrituras.


Qualquer planta precisa ter raízes para poder absorver água e alimentos. Assim, todo cristão também precisa estar enraizado em Jesus Cristo.


Podemos aceitar a Palavra de Deus de forma superficial, podemos simpatizar com o Senhor, podemos acompanhar os cristãos durante algum tempo, mas depois nos afastar novamente, porque nunca nascemos realmente de novo e por isso nunca tivemos “raízes”.


Jesus disse aos Seus discípulos, àqueles que O seguiam: “Contudo, há descrentes entre vós. Pois Jesus sabia, desde o princípio, quais eram os que não criam e quem o havia de trair” (Jo 6.64).


De acordo com Hebreus 6.4,6, há pessoas que foram “iluminadas”, que “provaram o dom celestial”, e que até “se tornaram participantes do Espírito Santo” e ainda assim caíram.


Por quê?





Porque foram iluminadas, mas elas mesmas nunca se tornaram luz. A luz pode se refletir em mim, e então estou iluminado; mas é preciso mais para que eu mesmo seja luz.


Porque provaram, mas não comeram (aceitaram). Posso sentir o cheiro do pão, provar o seu sabor (assim como o enólogo, que toma um pouco de vinho na boca para testar seu aroma, mas depois o cospe fora). Mas é preciso que aconteça mais: precisamos comer o pão, ingeri-lo. Não basta “provar” Jesus, ou seja, experimentá-lO – precisamos aceitá-lO em nós (Jo 6.53,56).


Porque participaram do efeito do Espírito Santo, mas nunca O receberam pessoalmente. Ao ler a Palavra de Deus, ao freqüentar um culto, posso participar do efeito do Espírito Santo. Mas isso não é suficiente. Não – é preciso que haja uma renovação espiritual real.



É possível que pessoas assim imitem o cristianismo durante algum tempo, acompanhem e participem de uma igreja local. Mas um dia elas “cairão” e negarão a Jesus. Então muitos se perguntam espantados:


“Como isso é possível?”



Quando o Senhor Jesus falou de comer Sua carne e beber Seu sangue para ganhar a vida eterna (Jo 6.53,59), muitos de Seus discípulos disseram: “Duro é este discurso; quem o pode ouvir?” (v. 60) e se afastaram dEle (v. 66), apesar dEle ter lhe explicado de antemão o que isso significava: “O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida” (v. 63).




Tornar-se Servo apesar de ser “crente”



Estão enganando-se a si mesmos os que pensam que todos são cristãos! É possivel que perguntemos a alguém e este nos responde - porque dizes ser cristão? Ora, meus pais sempre


Continuará



MARANATA

>
Leia mais...

O Mal Exemplo



A família dividida de Caim e Abel






Eva ficou grávida e, ao dar à luz um menino, disse: "O Senhor me deu um filho homem". Ela deu à criança o nome de Caim.




Depois Eva teve outro filho, Abel. Abel decidiu ser pastor de ovelhas, e Caim escolheu ser lavrador. Num dia escolhido por Deus, Caim reuniu alguns produtos de sua lavoura e ofereceu-os ao Senhor. Abel, no entanto, ofereceu uma ovelhinha. Deus aceitou alegremente a oferta de Abel, mas rejeitou a de Caim.




Caim ficou muito zangado, e Deus lhe perguntou: "Por que você está com tanta raiva? Deus lembrou a Caim que o sacrifício precisava ser feito com a morte de um animal. Assim como as folhas de figo não puderam cobrir o pecado de Adão e Eva, um sacrifício feito com plantas e legumes, sem sangue, também não podia perdoar os pecados.





Deus explicou a Caim que ele tinha sido rebelde ao não oferecer um animal para o sacrifício, pois não havia adorado conforme as orientações dele. A Bíblia diz que Abel confiava em Deus, mas Caim não confiava. Deus deixa bem claro na Bíblia que sem derramamento de sangue não há perdão de pecados.




No entanto, Caim se recusou a obedecer a Deus, e não sacrificou um animal. Ao contrário, jogou a culpa em Abel, seu irmão. Quando estavam no campo, Caim atacou e matou Abel.



Deus perguntou a Caim: "Onde está o seu irmão?"


Caim respondeu: "Não sei. Por acaso eu tenho que cuidar dele?"


Deus insistiu: "O que é que você fez? O sangue de seu irmão clama a mim. Você vai ser amaldiçoado na terra encharcada com o sangue de Abel; sangue derramado por suas mãos".



Caim se afastou da presença do Senhor. Sua rebeldia contra Deus causou o primeiro assassinato do mundo, e a primeira divisão em família.


Mas Adão e Eva tiveram muitos outros filhos e filhas.


Seguirá ...,




MARANATA

>
Leia mais...

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Verdadeiro e o Falso

O Servo e o Crente parte 3



Duas características insuficientes



1)- Nem a simples confissão “Senhor, Senhor”


2)- Nem as obras em nome de Jesus

São suficientes para que a través delas um crente possa alcançar a salvação ou a Vida Eterna. Em muitas igrejas, denominações e entidades cristãs as orações são meramente formais, os atos de caridade são feitos em nome de Jesus sem que aqueles que os realizam pertençam a Ele ou sejam filhos de Deus.


Quantos indivíduos “cristãos” realizam atos cristãos sem pertencerem a Cristo! É assustador que no fim Jesus até mesmo condena as suas ações como sendo iníquas: “Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade”.



Sendo cristão, mas sem ser servo


De acordo com pesquisas nos EUA, quase metade dos americanos se dizem cristãos renascidos. Mas uma análise mais aprofundada revelou que muitos confundem o novo nascimento com uma sensação positiva a respeito de Deus e de Jesus.


Um levantamento estatístico entre os cristãos praticantes nos EUA apresenta resultados desanimadores, o que também é representativo em relação à Europa:




20% nunca oram


25% nunca lêem a Bíblia


30% nunca vão à igreja


40% não apoiam a “obra do Senhor” por meio de ofertas


50% nunca vão à Escola Bíblica Dominical (de todas as faixas etárias)


60% nunca vão a um culto vespertino


70% nunca dão dinheiro para missões


80% nunca freqüentam uma reunião de oração


90% nunca realizam culto em família


Se a situação já é assim na América marcada pela influência do puritanismo, quanto mais na superficial Europa.


O próprio Senhor Jesus advertiu a respeito da confissão nominal, que carece de conteúdo verdadeiro, ou seja, que não está de acordo com o que vai no coração:


“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.


Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres?


Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci.


Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade” (Mt 7.21,23).


Com isso, o Senhor esclarece quatro pontos básicos: há duas coisas que não são de forma alguma suficientes para que alguém seja salvo, e outras duas são imprescindíveis para que alguém seja redimido.



“Tens nome de que vives...


...e estás morto” (Ap 3.1). Há muitos que se chamam de “cristãos”, mas o são apenas nominalmente (tradição). O Senhor Jesus falou de pessoas que imaginariam servir a Deus matando justamente Seus verdadeiros filhos: “Eles vos expulsarão das sinagogas; mas vem a hora em que todo o que vos matar julgará com isso tributar culto a Deus. Isto farão porque


 Continuará




 MARANATA

>
Leia mais...

Verdadeiro e o Falso

O Servo e o Crente parte 2




Dois testemunhos necessários para a salvação


Precisamos fazer a vontade de Deus (1)


Precisamos ser conhecidos por Deus (2).


1)- Fazer a vontade do Pai celeste não é realizar muitas boas ações, pequenas e grandes, más ter fé em Jesus Cristo, entregar conscientemente a vida a Ele e obedecer-Lhe em palavras e em ações.


O judaísmo da época de Jesus tinha “boas ações” para apresentar: muitos eram fanáticos em seguir a lei, lidavam com a Palavra de Deus, expulsavam maus espíritos e faziam milagres. Mas uma coisa eles não queriam: crer em Jesus Cristo e, assim, aceitar a misericórdia que recebemos por meio dEle.


Pensavam que chegariam ao céu sem Ele, que Deus reconheceria as suas obras e lhes permitiria entrar. Porém, foi justamente nesse ponto que Jesus tratou de contrariar seus planos.


Eles tinham de aprender e aceitar que a vontade de Deus era que reconhecessem sua própria falência espiritual e cressem em Jesus.


Nós enfrentamos o mesmo problema hoje.


“Cristãos” nascidos em um ambiente cristão pensam que conseguirão ir para o céu por meio de obras cristãs.

Se lhes dizermos que nada disso serve, que no fim das contas as suas ações são iniqüidades inaceitáveis aos olhos de Deus e que eles continuam perdidos, a grande maioria reagirá de forma irritada, por pensar que não precisam de Jesus pessoalmente.

Quando Jesus foi questionado: “Que faremos para realizar as obras de Deus?”, Ele respondeu: “A obra de Deus é esta: que creiais naquele que por ele foi enviado” (Jo 6.28-29).


2)- Precisamos ser conhecidos por Deus. Haverá pessoas das quais Jesus dirá naquele dia: “Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade”.


Não é suficiente crer em Jesus de forma superficial, reconhecê-lO, acreditar em Sua existência ou aceitá-lO até certo ponto.


Não – é preciso que haja um encontro pessoal com Ele.


Posso dizer: “Conheço o presidente do Brasil”. De onde o conheço? De suas aparições na mídia. Mas será que ele me conhece? Claro que não! No entanto, se eu fosse convidado a visitá-lo, teria a oportunidade de ser conhecido por ele.




O Senhor Jesus convida cada ser humano, de forma pessoal, a entregar-se a Ele: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mt 11.28).


Quem aceita esse convite, quem se achega a Ele com todos os seus pecados, quem O aceita em seu coração e em sua vida e crê em Seu nome (Jo 1.12), esse é conhecido por Ele. Quem fez isso reconheceu o Pai e o Filho de Deus e entrará no céu: “E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (Jo 17.3).




Duas características insuficientes



1)- Nem a simples confissão “Senhor, Senhor”


2)- Nem as obras em nome de Jesus

São suficientes para que a través delas um crente possa alcançar a salvação ou a Vida Eterna. Em muitas igrejas, denominações e entidades cristãs as orações são meramente formais, os


Continuará




MARANATA

>
Leia mais...

Verdadeiro ou Falso




O Servo e o Crente parte 1



Em certas situações, necessitamos de especialistas para que nos digam as diferenças entre alguma imitação e a peça que está a imitar, muitas, na verdade não tem limite o número de coisas imitadas e sempre sem autorização.


Também no meio evangélico há muita imitação, disfarces, cópias, evangélicos que parecem verdadeiros e, no entanto, são veradeiras imitações.


Isso é ilustrado de forma clara na Palavra de Deus quando averiguamos sobre a vida de (por exemplo) Fariseus e Saduceus.


Muitos vivem uma vida cristã porque são levados pela corrente do cristianismo que os cerca. Seu ambiente é cristão e por isso eles também o são (tradição).


Há momentos que admiramos quando pessoas, que eram consideradas Evangélicos autênticos, de repente se desviam do caminho que conduz à Vida e não querem saber nada a respeito de Jesus e da Obra Redentora que Ele realizou na cruz do Calvário por eles, chegando até mesmo a negá-la.


Temos o exemplo do apóstolo João que também passou por essa triste experiência, descrita em sua primeira carta: “Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos” (I Jo 2.19).




Verdadeiro ou Falso?


Entendemos que a Bíblia não esconde o fato de que além do Cristianismo verdadeiro, legítimo, renascido da “água e do espírito”, há também um Cristianismo aparente, formado por “cristianos-evangélicos” que não estão ligados a Jesus, não estão firmados nEle, não vivem nEle não vivem por Ele e tão pouco são dele.


Mesmo que tudo pareça legítimo, eles não passam de uma imitação. É desses “evangélicos” que Paulo fala(va) quando escreveu a Timóteo, em sua segunda carta: “...tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes” (II Tm 3.5).


A Edição Revista e Corrigida diz: “...tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te”.

Na Nova Versão Internacional lemos: “...tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também”.


Entretanto o Senhor quer que se tenha bem claro as diferenças, e que todos saibam, amanhã quando MARANATA se cumpra, não só a Biblia terá chamado a atenção para a diferença - e que se saiba - basta-nos a Biblia. Entretanto …,




Dois testemunhos necessários para a salvação



Precisamos fazer a vontade de Deus (1) Precisamos ser conhecidos por Deus (2).


1)- Fazer a vontade do Pai celeste não é realizar muitas boas ações, pequenas e grandes, más


continuará


MARANATA

>
Leia mais...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

O Grande Projeto Divino

A Queda da Humanidade






No lindo e recém-criado jardim, onde Adão e Eva moravam, Satanás, disfarçado de serpente, encontrou-se com Eva.





Esta serpente era mais astuta do que todos os animais que Deus havia criado. Ela perguntou a Eva: "Você tem certeza que Deus disse para vocês não comerem de nenhuma árvore do jardim?"





A mulher respondeu: "Podemos comer de todas as árvores, menos da que está no meio do jardim, porque Deus avisou: 'Se comerem daquela árvore, vão morrer'".


A serpente disse: "Vocês não morrerão. Deus sabe que no dia em que comerem dessa árvore, seus olhos vão se abrir, e vocês serão iguais a ele, e verão a diferença entre o bem e o mal".

A Bíblia afirma que Satanás é o pai da Mentira e, claro, tentou enganar a mulher, e inventou mentiras sobre Deus.


Quando a mulher viu que as frutas daquela árvore pareciam tão saborosas, eram muito bonitas e a deixariam muito sábia, ela pegou uma, comeu e ofereceu para seu marido, que estava ali pertinho, e ele também comeu.



estavam nus, e ficaram envergonhados. Então, juntaram folhas de figo e improvisaram uma roupa.



Quando ouviram a voz de Deus no jardim, no frescor da tarde, Adão e Eva se esconderam entre as árvores. Eles haviam morrido espiritualmente e não estavam mais em comunhão com o Senhor, pois confiaram em si mesmos, e não em Deus.






Deus então chamou: "Adão, onde você está?"



Adão respondeu: "Ouvi sua voz no jardim e fiquei com medo porque eu estava nu; então me escondi".



Deus perguntou: "Quem lhe contou que você estava nu? Você comeu da árvore proibida?" Adão respondeu: "A mulher que o senhor me deu me ofereceu a fruta e eu comi".


O Senhor perguntou a Eva: "O que é que você fez?" Ela respondeu: "A serpente me enganou, e eu comi a fruta".


Então Deus disse à serpente: "Por causa disso, você será maldita entre todos os animais, e vai passar o resto da vida rastejando e comendo pó. Vou causar inimizade entre você e a mulher, e o descendente dela esmagará sua cabeça".

Esta é a primeira vez que a Bíblia fala sobre a vinda do Salvador, nascido de mulher, para derrotar o Diabo.



Deus disse a Eva: "Vou aumentar seu sofrimento. Você vai sentir muitas dores quando tiver filhos, e será dominada por seu marido".




E Deus disse a Adão: "Você deu ouvidos à sua mulher e comeu da árvore proibida. Por isso a terra está amaldiçoada, e pelo resto da vida você vai ter que trabalhar duro para poder comer".



"A terra vai produzir espinhos e ervas daninhas. E enquanto viver, você vai ter que suar para ganhar o pão de cada dia. Eu criei você do pó, e para o pó você voltará".

As roupas de folhas não cobriam Adão e Eva. Deus, então, lhes fez roupas de pele de animais. Deus precisou matar um animal para que o homem e a mulher tivessem com que se cobrir. Assim, por meio de Adão, o pecado e a morte entraram no mundo.




Antes mesmo da criação do mundo, Deus tinha planejado perdoar a desobediência humana com a morte de um inocente. Ele sabia que as pessoas, sendo tolas, rejeitariam suas orientações e tentariam ser donas de suas vidas, mas fracassariam. Deus chama essa rejeição de “pecado”.



No entanto, por amar o mundo, Deus planejou enviar um Salvador, que morreria para que todos fossem perdoados de seus pecados.



Deus expulsou Adão e Eva do jardim do Éden, e colocou anjos, chamados querubins, ao leste do jardim,e pôs uma espada flamejante, que se virava em todas as direções, para guardar a Árvore da Vida.





No momento em que Adão pecou, todas as pessoas foram condenadas à morte. Mas, na história de Deus, a esperança nunca morre.



Continuara.


MARANATA

>
Leia mais...

sábado, 9 de outubro de 2010

Exemplos com Maiúscula

A Verdadeira Posição do Crente



Neste espaço, queremos também falar sobre aqueles que foram exemplo para o povo de Deus no passado e que segue sendo-o hoje para nós. Mas sabemos que entre todos os exemplos que temos da parte do Senhor por meio de sua Palavra, nem todos são agradáveis, mas sim que todos são para nosso bem.


Busquemos dar ouvidos à voz do Espirito Santo para que a Apostasia não amadureça dentro de nossos corações. Esse é o pecado que pode conduzir-nos ao nosso próprio desprecio por parte do nosso Deus Espírito Santo, e depois, já não valerá a pena chorar.


Recordemo-nos do texto de Hb 3.15 Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação.


Mesmo sendo Ló um homem rico e influente (Gn 13.10,11), as Escrituras não registram o nome nem qualquer outra informação sobre a raça ou a família de sua esposa. Pelas indicações que temos, no entanto, não haveria motivos que levaria falar que sua mulher era materialista e mundana se estivéssemos vivendo a alguns anos atrás, más como o Ecumenismo, aquele de quem todos diziam mal e que deveríamos ter muito cuidado para não o aceitarmos (pensando que a união entre os evangélicos e as religiões pagãs, seria apenas de forma corpórea, ou seja, que todos estariam reunidos em um só templo), já tomou posse das Igrejas SEM excessões , aquí estamos.


Com certeza, falhou na educação espiritual de seus filhos (a mulher de Ló). Suas filhas casaram-se com homens de Sodoma e praticaram incesto com o próprio pai (Gn 19.32,35).


Mas ainda assim a esposa de Ló não precisava morrer. Foi-lhe oferecida uma escolha - obedecer e viver ou desobedecer e morrer na busca dos prazeres deste mundo.


Não sabemos onde Ló a conheceu nem onde se casaram, mas sabemos que tiveram duas filhas (Gn 19.16). O sequestro da família (Gn 14) deve ter incluido sua esposa, e ela provavelmente estava entre as pessoas resgatadas por Abraão, pois trouxe de novo todos os bens, e também a Ló, seu sobrinho, os bens dele e ainda as mulheres, e o povo (Gn 14.16). Isso significa que ela talvez tenha ouvido o testemunho de Melquisedeque (Gn 14.19,20). Em outras palavras, ela estava muito bem informada sobre o Senhor e sobre seu trato com Abraão.


Mas o estilo de vida de Sodoma a influenciara fortemente. Como estaremos vivendo, temos ouvido e visto muito do Senhor, mas estaremos de baixo da influência de qual dos Espíritos?


Sodoma era uma cidade sofisticada, que oferecía uma variada gama de oportunidades culturais. A imoralidade tinha alcançado o mais baixo estado de perversão sexual, tanto que nosso termo sodomizar deriva-se do nome daquela cidade.


Ló, chamado de homem justo, parecia também amaranhado na fascinação e influência da cidade (II Pe 2.7,8). Ele escolheu criar sua família em Sodoma, mesmo conhecendo a fama de depravação da cidade. Ainda assim, o Senhor mandou mensageiros para resgatar essa família de suas escolhas destrutivas, mas alguns dos seus Membros não deu importância a essa oportunidade que o Senhor Deus justo e Santo lhes havia dado, tens dado você importância às oportunidades que tem o Senhor te dado ou te tens deleitado nos prazeres desta carne gorda ?


Deus queria salvar a esposa de Ló. Mandou anjos para avisá-la, escoltá-la e, finalmente, arrancá-la do perigo. Não se sabe se ela compreendeu totalmente o que ia acontecer com Sodoma, mas ser guiada por anjos naquela situação certamente chamou sua atenção para alguna coisa sobrenatural que aconteceria ali.


Poderíamos como você, estar aproveitando essa que chamais vida, más da nossa parte, sabemos que tudo isso passará e que logo estaremos no céu com o Todo Poderoso, e você, para onde vais?


A destruição começou, de fato, com um violento terremoto, que ateou fogo nos gases e no enxofre. Brasas caíam ao seu redor. Mesmo tendo seguido seu marido para fora da cidade, ela estava com o mesmo problema dos israelitas que peregrinaram no deserto e, no seu coração, voltaram para o Egito (At 7.39). Da mesma forma que os israelitas, ela também foi destruída.


Quero convidar-te a que vás agora e leia a Biblia, essa que dizes conhecer e cumprir, abra em João 14.21 e leia em vóz alta, sim, em vóz alta, porque tens que ler em vóz alta? Ora, e por que não o podes fazer assim, ler em vóz alta, tem algum poder ou alguma força que por meio do engano de convencer a que não o faças? Então leia em vóz alta em nome de Jesus em João 14.21.


A esposa de Ló personifica a clássica e sábia frase: porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o seu coração (Mt 6.21).


Essa é a pergunta chave desse tema, onde está o teu coração?


Jesus a usou como exemplo quando falava sobre a pessoa que começa no caminho certo, mas olha para trás, porque não está totalmente disposta a desistir de seus velhos caminhos para seguir a Deus em obediência (Lc 17.31,33).


Agora que lestes João 14.21, uma vez mais te convido a ler, só que agora I Co 16.22 - leia esse texto e tente fazer uma simples ligação com eles, com: João 14.21 e I Co 16.22 e então responda a essa pregunta; para onde irás se o Senhor vier hoje, ao céu ou ao inferno?


Amados, esse ministério tem da parte do Senhor o dever de advertir todos os que entram aquí ao que diz respeito com a vinda do Senhor Jesus Cristo, autor e consumador de nossa fé. Ele vos ama, arrependei-vos enquanto tenhamos tempo, ele vem.


Amém.



MARANATA

>
Leia mais...

O Verdadeiro Testemunho

Adorando ao Senhor

Olá amados, que a Sabedoria da parte do Nosso Deus Trino possa conduzir nossas vidas cada vez mais perto da Graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e de forma a que possamos desfrutar do total Amor do Pai afim, afim de podermos através da infinita Comunhão com nosso Deus Espírito Santo viver dentro da Boa, Agradável e Perfeita Vontade de Deus para nossas Vidas.



Que nunca baixe ao nosso esquecimento que Deus, o nosso Soberano Deus Todo Poderoso tanto nos Amou que trabalhou em todo um projeto afim que sejamos sempre seus filhos amados.

Há momentos que aplicamos muito do nosso tempo e vida buscando uma maneira fácil para, ainda que por pouco tempo, consolar-nos e é quando nos damos conta do tanto que nos temos afastado do Senhor buscando nossos próprios interesses.

Vivendo muitas vezes longe dos nossos, e por ocasiões como em forma de alguma vingança, nos colamos a como se diz: Aproveitar a vida, quando em verdade a estamos jogando fora.

Desejamos convidar os amados em Cristo para que possam juntamente conosco, fazer este comunicado conhecido - sendo um matrímonio de Missionários Assembleanos, mas indenpendentes, estamos em Barcelona - Collblanc, España, começando um trabalho o qual é para a Glória do nosso Soberano Deus.

Lugar escolhido pelo Senhor para ali (aquí), também levantarmos uma parte do Corpo de Cristo, onde ensinamos a Verdadeira Palavra do Senhor nosso Deus, pelo qual contamos com vossa colaboração para com este trabalho a Deus.

Querendo ainda aproveitar a oportunidade, convidamos a todos que venham conhecer um pouco mais sobre nós e sobre a visão que temos da parte do Senhor visitando as postagens que temos colocado neste e nos demais Blogs que temos gerido, dos quais fazemos menção ja aqui ao lado.

E que o Senhor vos abençoem fazendo de cada palavra lida por vocês neste espaço, um verdadeiro alimento a vossas almas.

A todos os que podem, fazer conhecer este anúncio, que assim seja.

Amém


  ©Template 'Gris' by Super DicaSSS - 2010

TOPO